Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONTRA AGRESSÃO

Jim Carrey detona Will Smith e ataca seus defensores em Hollywood: 'Covardia'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Jim Carrey à esquerda e Will Smith à direita

Jim Carrey acredita que Will Smith não deveria ter sido ovacionado após agressão no Oscar

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 29/3/2022 - 17h51

Jim Carrey se posicionou contra Will Smith em relação ao tapa que o ator deu em Chris Rock durante o Oscar, no último domingo (27). De acordo com o astro de O Máskara (1994), o fato de os demais atores terem aplaudido Smith quando ele venceu a categoria de melhor ator na premiação sugere que os astros de Hollywood não são mais um bom grupo: "É uma covardia em massa", afirmou.

A crítica foi feita durante uma entrevista para o programa This Morning, da CBS, nesta terça-feira (29). O ator de 60 anos disse que se sentiu enojado com o ataque, que aconteceu após Rock fazer uma piada sobre Jada Pinkett Smith, mulher de Will. Para Carrey, o vencedor da principal categoria masculina de atuação deveria ter sido preso.

"Eu teria anunciado nesta manhã que estava o processando por US$ 200 milhões, porque o vídeo vai existir para sempre, está se tornando algo onipresente", pontuou. "Se você quer gritar algo da plateia e mostrar desaprovação ou dizer algo no Twitter, você não tem o direito de subir ao palco e dar um tapa na cara de alguém porque eles disseram algumas palavras".

Gayle King, jornalista responsável pela entrevista, justificou a raiva de Smith pelo fato de que o estranhamento entre os atores já ser antigo. No Oscar de 2016, Rock cutucou Jada após a atriz boicotar o evento com protestos que denunciavam a ausência de artistas negros entre os indicados. "Jada fazendo boicote ao Oscar é como eu fazendo boicote às calcinhas de Rihanna. Não fui convidado", disse o humorista na ocasião.

No entanto, Carrey discordou e defendeu a ideia de que a agressão foi repentina: "Não foi escalado, veio do nada, porque Will tem algo acontecendo dentro de si que é frustrante."

Apesar das críticas, Carrey parabenizou Will pela conquista e ainda elogiou os feitos do ator. Mas afirmou que a atitude dele foi egoísta para outros artistas que estavam presentes na cerimônia. "Ele lançou uma mortalha sobre o momento brilhante de todos", disse.

"Muitas pessoas trabalharam duro para chegar naquele lugar. E ter o seu momento ao sol, conquistar seu prêmio pelo grande trabalho que fizeram, não é fácil passar por todas as coisas que você tem que passar quando se é indicado ao Oscar. É um desafio de devoção que precisa ser feito", finalizou.


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.