HACKEADO

Golpista se passa por Zeca Pagodinho para pedir dinheiro a amigos famosos do cantor

DIVULGAÇÃO/MURILO TINOCO

Zeca Pagodinho em sua festa de aniversário de 60 anos, em fevereiro; golpista se passou pelo cantor - DIVULGAÇÃO/MURILO TINOCO

Zeca Pagodinho em sua festa de aniversário de 60 anos, em fevereiro; golpista se passou pelo cantor

KELLY MIYASHIRO - Publicado em 19/07/2019, às 09h23 - Atualizado às 09h29

Zeca Pagodinho teve sua conta hackeada em dois aplicativos de mensagens. Passando-se pelo cantor, um golpista pediu pediu dinheiro a amigos famosos dele, alegando que estaria com "problemas de saúde". Na época das conversas, o músico se recuperava de uma cirurgia de desvio de septo nasal. Zeca registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Defraudações (DDEF), na Cidade da Polícia, no Rio de Janeiro.

Em sua página oficial do Facebook do sambista, nesta quinta-feira (18), a assessoria de imprensa informou que só existe um Zeca Pagodinho, e que uma pessoa, de má-fé, estava fingindo ser o cantor pelo WhatsApp e Facebook Messenger. Sua equipe também informou que medidas legais já foram tomadas e que o impostor responderá na Justiça.

A Delegacia de Defraudações (DDEF) confirmou ao Notícias da TV que o caso foi registrado como tentativa de estelionato na última terça-feira (16), e que diligências estão sendo realizadas para apurar o ocorrido. O depoimento de Zeca Pagodinho ainda não tem data marcada.

De acordo com a assessoria, uma conta bancária e um número de CPF foram disponibilizados pelo golpista. Essas informações já foram repassadas à polícia. 

O golpista utilizava uma foto de Zeca pelo WhatsApp em seu perfil e conversou com Jorge Aragão, Marcelo D2, Thiaguinho e Xande de Pilares. Por causa da proximidade com Zeca, nenhum deles realizou o depósito que foi pedido pelo Zeca fake, já que sabem que a voz de Deixa a Vida Me Levar só conversa à moda antiga: por ligação telefônica. 

As informações foram divulgadas em primeira mão pelo colunista Ancelmo Gois, do Jornal O Globo.

Usando o aplicativo de mensagens do Facebook, o Messenger, o criminoso entrou em contato com funcionários da escola de samba Unidos de Vila Isabel e pediu o envio de camisetas da agremiação para um endereço em uma cidade de Minas Gerais. Na conversa, o criminoso disse que "depois acertaria os valores de carreto" e indicava o nome da pessoa que iria receber o "presente".

Ao jornal Extra, o cantor Zeca Pagodinho disse não saber como o hacker teve acesso à sua agenda de telefones. "Eu uso apenas as minhas redes sociais oficiais, que tratam da minha vida profissional, no Facebook e no Instagram, e que são administradas pela minha equipe. Agora mesmo é que não vou usar WhatsApp", afirmou o artista, que prefere conversar somente por ligações ou pessoalmente.

Confira a nota da página oficial de Zeca Pagodinho: 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

O que falta para Amor de Mãe conquistar mais audiência?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook