Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

'TRISTE'

Filha de Belo é presa e acusada de cometer golpes; cantor está arrasado

DANIEL PINHEIRO/AGNEWS

Belo durante a live Belo In Concert em julho último, no Rio de Janeiro

Belo durante a live Belo In Concert em julho último, no Rio de Janeiro; filha foi presa nesta quarta (11)

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 11/11/2020 - 21h24

Belo, 46 anos, recebeu uma infeliz notícia nesta quarta-feira (11). Sua filha, Isadora Alkmin, 21, foi presa por policiais da Delegacia de Combate às Drogas, no Rio de Janeiro, em uma ação que colocou 12 mulheres atrás das grades e desarticulou uma organização criminosa especializada em golpes eletrônicos. A herdeira do artista é uma das jovens. "Estou muito surpreso e arrasado com tudo isso", declarou o cantor.

De acordo com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, as vítimas do grupo criminoso eram levadas a repassar dados bancários e cartões de crédito a motoboys. Os meliantes, então, utilizavam os cartões e causavam um rombo financeiro nas contas das pessoas. As informações são da colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia.

Segundo a publicação, a polícia calcula que a quadrilha lucrava de R$ 600 mil a R$ 1 milhão por mês. As mulheres presas estariam ligadas a traficantes de drogas do Complexo da Maré, no Rio de Janeiro.

Isadora Alkmin e Belo em publicação no Instagram

Ao Notícias da TV, o marido de Gracyanne Barbosa confirmou a detenção da herdeira e se declarou desolado. "Eu não sabia de absolutamente nada. Falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal", disse.

"Dei sempre todo suporte como pai: pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento", lamentou.

Além de Isadora, o cantor também é pai de Arthur Paulo Vieira, Paula Cristina Vieira e Ingrid Vieira.

A reportagem entrou em contato com a Polícia Civil do Rio de Janeiro, mas não teve retorno até o fechamento deste texto.


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?