Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Ícaro Silva

Favorito no Show dos Famosos, ator afirma que não acredita na fama

Divulgação/TV Globo

Ícaro Silva chocou o público e os jurados ao interpretar Beyoncé no Show dos Famosos - Divulgação/TV Globo

Ícaro Silva chocou o público e os jurados ao interpretar Beyoncé no Show dos Famosos

FERNANDA LOPES

Publicado em 10/6/2017 - 6h54

Ícaro Silva tem a segunda melhor pontuação do Show dos Famosos, do Domingão do Faustão, e é um dos favoritos a vencer a competição. Ele também aparece atualmente em duas produções de teledramaturgia: na novela Pega Pega e na série Edifício Paraíso, do GNT. O ator de 30 anos estreou na TV em 1998 e se mostra satisfeito ao ser convidado para diferentes trabalhos e ter sucesso no que faz, mas ainda assim faz questão de afirmar que não acredita no conceito de fama.

"Nunca acreditei. Acho a fama totalmente falsa. Uma pessoa pode ser muito famosa hoje e esquecida amanhã. Não existe esse conceito real de celebridade. Uma pessoa célebre é aquela que comunitariamente faz alguma diferença. Meu barato é trocar com as pessoas. O meu lugar é estar preparado para dialogar com as pessoas e entender as questões delas, questões eu toco na novela, no Show dos Famosos ou em outra coisa", explica.

No quadro do Domingão do Faustão, Silva se destaca por homenagear personalidades muito fortes da música, que fisicamente nada têm a ver com ele. A estratégia tem funcionado: com 28,9 pontos, ele está empatado com Nelson Freitas e só fica 0,1 ponto atrás de Samantha Schmütz. Na internet, não tem para ninguém: Silva é quem mais chama a atenção e gera comentários nas redes sociais.

Na estreia do quadro, ele se vestiu de Beyoncé e interpretou uma música da diva. Já na edição do último dia 28, também chocou o público e os jurados com sua performance como Ney Matogrosso.

"Nunca achei que faria alguma coisa assim na televisão. Era um risco, como você chega sendo homem, brasileiro, negro e fala 'Vou fazer Beyoncé'? Falaram: 'Então, faz aí'. Acho que a gente encontra o que quer dizer para o público se arriscando, se jogando mesmo", opina.

"A recepção desse quadro está me mostrando o quanto é fundamental e o quanto a gente tem que fomentar o conteúdo artístico na televisão. A TV funciona de uma maneira muito rápida, às vezes o próprio material artístico fica desgastado, se perde ou não chega no nível que a gente queria. Então ter essa repercussão do público me mostra esse conteúdo é potente, as pessoas estão aí para serem tocadas", acredita.

divulgação/Globo

O ator em participação no Criança Esperança; no ar em dose tripla: novela, série e quadro

Volta por cima
O ano de 2017 tem representado uma volta com tudo de Ícaro Silva à TV. A última novela do ator havia sido Joia Rara, em 2013. De lá para cá ele se dedicou ao teatro, com protagonismo no musical sobre a vida de Wilson Simonal, por exemplo.

Neste ano, o ator já participou da série Questão de Família, do GNT, e desde o dia 5 aparece em outra série do canal, Edifício Paraíso. Silva interpreta Fábio, um professor universitário hipster que ignora as demandas da namorada no relacionamento. O próprio ator considera o personagem muito chato.

"Assistindo aos episódios agora, fico feliz de ter me conectado com uma faceta minha tão antipática. Ele não vende essa imagem de cara legal. Foi bom, estou acostumado a fazer personagens super carismáticos", pondera.

Já em Pega Pega, trama no ar desde a última terça (6), o ator vive Dilson, um vendedor ambulante que tem um irmão desaparecido.

"Eu sou cria da televisão, estou na TV desde pequeno, é uma coisa natural para mim", comenta o ator, que estreou na novela Meu Pé de Laranja Lima (2008) e ganhou fama em Malhação (2003-2007).

Com três projetos ao mesmo tempo na TV, o ator ainda dirige uma peça de teatro no Rio de Janeiro. Ele jura que consegue arrumar tempo para tudo e que até funciona melhor assim, na troca de funções e personagens.

"Eu preciso desse movimento dentro da minha vida pessoal e profissional. Eu gosto de estar sempre em atividade e fazer várias coisas ao mesmo tempo. Tem muitas facetas dentro de todos nós, eu gosto de conversar com todas elas", conclui.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?