Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Grazzi Brasil

Ex-The Voice sofre assalto com transmissão ao vivo no Facebook: 'Foi tenso'

Reprodução

Convidados e funcionários são rendidos por assaltante armado no estúdio da rádio SOT - Reprodução

Convidados e funcionários são rendidos por assaltante armado no estúdio da rádio SOT

REDAÇÃO

Publicado em 3/4/2019 - 6h29
Atualizado em 3/4/2019 - 10h48

A intérprete da Vai-Vai Grazzi Brasil passou um apuro na noite de terça-feira (2) ao sofrer um assalto com transmissão ao vivo pelo Facebook. A cantora, que disputou o The Voice Brasil em 2017, participava de um programa sobre samba da rádio online SOT quando bandidos armados invadiram o estúdio no Jardim Paulista, na zona oeste de São Paulo, e levaram pertences de convidados e funcionários.

Além de Grazzi, o ex-integrante do grupo Exaltasamba Pinha Presidente e a miss São Paulo Plus Size, Tassiane Martins, estavam entre os convidados do programa Samba D'Bom, comandado pelo mestre-sala Jocimar Martins e pelo apresentador Ronaldo Brás.

"Ouvimos um barulho na porta, quando eu olhei, tinha um cara com o revólver apontado pra gente, anunciando o assalto", relatou Tassiana Martins ao Notícias da TV. "Eu vi dois homens, mas falaram que tinha mais gente. Um deles falava com alguém no telefone enquanto procurava dinheiro", relatou.

A miss São Paulo Plus Size definiu o momento como "de muito pavor e tensão" e contou que o público que acompanhava a transmissão fez o alerta à polícia. "Não deu nem um minuto que os bandidos saíram a polícia chegou. Eles disseram que foram mais de dez ligações simultâneas", contou. Ela estava acompanhada do marido, Jé Araújo, que conseguiu esconder o celular para não ser levado pelos bandidos.

A conversa entre os sambistas já passava de 60 minutos de duração, por volta das 21h, quando foi possível ver pelo menos dois assaltantes invadindo o estúdio, rendendo funcionários com revólveres, exigindo que todos entregassem celulares, relógios e anéis. Ninguém resistiu. Os bandidos pediram ainda dinheiro que haveria guardado no estúdio.

Reprodução/Facebook

Os convidaos Grazzi Brasil (esq.), Pinha Presidente e Tassiane Martins antes do assalto

No Facebook, os ouvintes do programa acompanhavam tudo e reagiram com indignação nos comentários. "Alguém chamou a polícia?", perguntou um. "Isso é ao vivo? Isso é real?", perguntou outro.

Passado o susto, a cantora usou seu Instagram para tranquilizar os fãs e lamentar o ocorrido. "A todos que me mandaram mensagem, tô viva... [Para ficar] bem, ainda estou no processo, ainda estou meio... Obrigada pelo carinho, pelas mensagens, por perguntar", disse.

"Como vocês puderam ver, foi tenso... Tô bem... Que dias, hein? Tá foda", desabafou. "E a calma do céu apavora minha alma...  Obrigada a todos, estou viva!!!", comemorou em outro post.

Veja o momento do assalto:

Pegadinha ao vivo?

Tassiane explicou ainda que duvidou de que o assalto fosse verdadeiro justamente porque o programa estava em transmissão ao vivo. "A principio eu achei que era uma brincadeira, a gente fica atordoado", contou ela ao Notícias da TV.

Em entrevista ao Bom Dia São Paulo na manhã desta quarta-feira (3), o diretor do estúdio, Alessandro Santos, narrou o momento em que foi abordado pelos assaltantes na entrada do estúdio. "Disseram que era uma entrega. Como sempre pedimos delivery, eu abri o portão. Nessa hora, colocaram a arma em minha cabeça", disse.

Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Cinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas