Sem sofrimento

Ex-galã da década de 1990 desiste da televisão após anos na geladeira

Reprodução/Record

Aos 60 anos, Victor Wagner está prestes a estrear mais um espetáculo teatral em São Paulo - Reprodução/Record

Aos 60 anos, Victor Wagner está prestes a estrear mais um espetáculo teatral em São Paulo

ANA CORA LIMA - Publicado em 25/07/2019, às 05h20

Galã de Xica da Silva (1996) e Mandacaru (1997), Victor Wagner passou uma década sem um papel fixo em novelas até ser chamado para uma participação em Escrava Mãe (2016), da Record. O convite animou o ator de 60 anos para a possibilidade de um retorno definitivo à TV, mas ele acabou voltando para a geladeira. Durante anos, ele buscou uma explicação para a falta de convites. "Existe um jogo de interesse e vi que não dá mais para mim. Deixei de sofrer por não se mais lembrado", conta ele ao Notícias da TV.

"A televisão está lotada de profissionais e se restringe a determinados perfis. Quanto mais veterano [o ator], pior é a situação. Claro que ainda existe aquela coisa de ser amigo de um diretor ou de um produtor, isso ajuda um pouco. Mas, hoje, para continuar fazendo novelas você precisa ter uma imagem que interessa à empresa e ao mercado publicitário", teoriza ele.

Victor Wagner estreou na televisão em Tocaia Grande (1995), na Manchete, e no ano seguinte foi escalado para protagonizar o sucesso Xica da Silva, ao lado da então novata Taís Araújo. Na emissora, extinta em 1999, ele ainda ganhou destaque em Mandacaru e Brida (1998), que entrou para a história por seu fim abrupto. 

Depois, ele participou de um episódio do Você Decide (2000, Globo), esteve em Pícara Sonhadora (2001, SBT) e no Linha Direta (2005, Globo). O último papel fixo de Victor foi na novela Cristal (2006, SBT). O ator também chegou a atuar em poucos capítulos de Os Mutantes (2008, Record).

Aos 60 anos, ele assume que, apesar das cobranças de fãs e amigos, não sofre mais por não estar na televisão e busca outros campos de trabalho. "Eu vejo muitos colegas se martirizando, sofrendo horrores. Não dá na televisão, vamos ver o que tem no teatro, no cinema ou na internet. Tem uma feira ali, eu vou. E se tiver um evento do outro lado da cidade, também vou. O negócio é trabalhar", explica.

E é assim que ator vai sobrevivendo. No início de agosto, ele estreia em São Paulo o segundo espetáculo teatral em menos de um ano: A Dama das Camélias, um projeto do ator Roberto Cordovani. "Tinha acabado a temporada de Luz del Fuego e estava torcendo para aparecer um novo trabalho. E aí veio o convite. Quando se procura viver em harmonia, a vida segue", filosofa.

Victor chegou a se aventurar no comércio, mas o bar que montou na periferia de São Paulo faliu em 2014. Agora, ele adianta que não pretende mais arriscar novos voos em outras profissões. "Sou um profissional da arte e é nessa estrada que pretendo seguir, de forma digna, honesta e feliz. Eu me livrei do estigma de que a gente tem de ser sempre bem-sucedido", admite o ator.

Ensaios nus

Pai de duas filhas, ele ainda é lembrado pelos dois ensaios nus para a revista gay G Magazine. O primeiro fez no auge do sucesso, em 1996, e o segundo, em 2005. Victor não lamenta a exposição. "Tudo é uma experiência. Nunca me arrependi de nada na minha vida", reconhece.

Ele também assume que continua atraindo olhares por conta da sua forma física. "As pessoas se aproximam e comentam que eu pareço cada vez mais forte. A definição física dá essa impressão, essa sensação de mais músculos. Mas eu continuo em forma, do mesmo jeito que estava quando posei na última G Magazine."

"Sinto como se eu tivesse com 30 anos. Malho religiosamente de segunda a sábado durante uma hora e meia, me alimento e durmo bem. Tenho uma vida saudável. Claro que é preciso muita dedicação e disciplina, mas vale a pena. Ser considerado uma pessoa sexy na minha idade é ótimo. Olha que eu nunca fiz uma correção. É tudo natural", finaliza ele.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual novela a Globo deve passar após Fina Estampa?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook