Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

FAMÍLIA AUMENTA

À espera do quarto filho, Malvino Salvador fecha a fábrica: 'Não cabe no carro'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Malvino Salvador com as filhas Kyara, Ayra e Sophia

Malvino Salvador com as filhas Kyara, Ayra e Sophia; ator está esperando o quarto herdeiro

REDAÇÃO

Publicado em 7/8/2020 - 11h08

À espera do quarto filho, Malvino Salvador anunciou que sua "fábrica" agora está fechada. O primeiro menino será também o último herdeiro do ator, que, casado com Kyra Gracie já é pai de Ayra, de cinco anos, e Kyara, de três. A mais velha, Sophia, tem 11 anos e é fruto da união com a empresária Ana Ceolin. "Não cabe nem mais no carro", brincou.

"Com o dólar a cinco e pouco não dá mais para viagem internacional em família. Vou explorar o Brasil inteiro ou vou para a Argentina", disse Salvador, bem humorado, em uma live coletiva especial sobre o Dia dos Pais ao lado dos atores Caco Ciocler, Helio de La Peña e Lucio Mauro Filho. "Eu encerrei, chega", declarou.

O ator, que está no ar como o Quinzé de Fina Estampa, se gabou por ter acertado o sexo do bebê: "Eu acertei o sexo de todas as minhas filhas e, dessa vez, eu falei que ia ser menino. E foi. O pessoal falava que ia vir mais uma menina, que era minha sina, mas alguma coisa me dizia que ia ser menino", afirmou.

Vindo de família grande, Malvino acabou mantendo a tradição, apesar de não ter planejado nenhuma das gestações com a mulher. "Eu vivi num ambiente familiar de muita gente. Tenho muitos primos, e a gente cresceu se reunindo na casa dos avós, em churrascos no final de semana", relatou. "Nenhuma das minhas filhas foi pensada, nem o último", confessou.

"Mas todas as vezes que aconteceu, de cara pensei: 'Maneiro, vai ser irado, sensacional'. A gente até já tinha se perguntado se vinha mais um por aí, e veio no meio da pandemia [risos]. Bebê em casa é muito bom", comemorou.

Com o isolamento social, o casal ficou ainda mais próximo das filhas. "Eu e minha mulher sempre fomos muito presentes na vida das nossas filhas, mas com a quarentena o vínculo ficou ainda mais forte", afirmou. "A Ayra está num processo de alfabetização, então eu fiquei ali ao lado dela aplicando a matéria, a gente ficava umas três horas por dia estudando juntos", contou.

"As aulas online, juro por Deus, a Ayra não queria fazer aquilo comigo", disse, em meio a risadas. "Poxa, o papai sempre foi de brincadeira e agora estava cobrando. Mas era um momento muito delicado, de alfabetização em duas línguas, português e inglês. Tinha hora que ela já estava exausta", relatou Malvino, sobre a nova rotina escolar, que agora é feita em casa.

"Na escola eles recebem esse conteúdo, mas tem o intervalo, a interação com os amiguinhos. Aqui, na hora do recreio, ela tem que olhar para minha cara de novo", concluiu.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você quer ver no retorno de Amor de Mãe?