Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Ô, LILI

Dupla sertaneja é acusada de transfobia por fazer música de desilusão com travesti

Reprodução/Instagram

Pedro Motta e Henrique, ambos de bonés e camisetas escuras

Pedro Motta e Henrique gravaram vídeo se desculpando por causar "má impressão" sobre a música transfóbica

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 20/12/2020 - 8h45

Depois de Marília Mendonça, foi a vez dos sertanejos Pedro Motta e Henrique serem acusados de transfobia. No último sábado (19), após o lançamento de Lili, atual música de trabalho da dupla, os internautas acharam que a canção é discriminatória, porque narra uma desilusão que um homem teve com uma travesti.

A letra em questão diz: "Depois de um mês de namoro apaixonado, iludido e bobo dentro de um motel chorando arrasado acabei de descobrir que eu fui enganado/ Agora eu entendo por que ela não queria fazer amor, uma voz feminina, uma pele macia me enganou tão bem/ Depois de uma farra embriagada, ela se entregou, só que ela não tinha o que mulher tem/ Ô, Lili, ô, Lili, por que você mentiu para mim? O, Lili, ô, Lili, o amor da minha é um travesti".

A ativista travesti Alina Durso ficou indignada ao saber do teor da música e criticou a dupla por meio de seu Twitter. "Uma dupla sertaneja lançou uma música totalmente transfóbica. Me choca saber que permitam uma música como essa em uma das maiores plataformas de música, o Spotify", escreveu.

Depois da repercussão negativa do caso, os cantores gravaram um vídeo de esclarecimento no Instagram. Eles negaram erroneamente ser homofóbicos, pois o termo correto para este tipo de crime é transfobia.

"Estamos aqui para esclarecer uma coisa. Estão nos chamando de homofóbicos [sic]. Gente, de forma alguma! Nunca vocês ouviram que Pedro Motta e Henrique é [sic] homofóbico, Pedro Motta e Henrique está [sic] zoando a pessoa".

"Pelo contrário: a gente tem muitos amigos que estão nos apoiando na música. Agradecer a eles", completou Henrique. "Só que eles estão com medo de expor, de ser bombardeado [sic] que nem a gente está sendo bombardeado. Gente falando que tem nojo da dupla. De forma alguma. A gente não está aqui para menosprezar a imagem de vocês. A gente fala que o amor da nossa vida é um travesti, né, parceiro, e não sabíamos. Ou é uma travesti, como vocês estão falando", acrescentou Pedro.

Após a divulgação do vídeo, a conta da dupla no Instagram se tornou privada. Entretanto, Alina Durso publicou a gravação no Twitter e frisou a parte da fala da dupla que mais a revoltou.

"Reparem no 'homofóbicos' e 'tenho até amigos que são'. Impressionante que é sempre a mesma cartada", completou.

Assista ao clipe da música abaixo:


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?