Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ABRIU O JOGO

Denize Taccto reaparece e revela por que se afastou de Gerson Brenner

Reprodução/Instagram

Denize Taccto em selfie de cabelo preto; Gerson Brenner atualmente, sentado, de camiseta verde e azul

Denize Taccto teve uma filha com Gerson Brenner antes de ele ficar com sequelas de um tiro que levou na cabeça

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 10/10/2020 - 11h43

Denize Taccto reapareceu e abriu o jogo sobre sua relação com Gerson Brenner. A bailarina contou que se afastou dele por causa de uma ordem judicial. Segundo relato, a Justiça determinou que ela precisava cuidar da filha recém-nascida, Vitória, e não daria conta de atender às necessidades do artista, que ficou com sequelas cerebrais e motoras após levar um tiro na cabeça durante um assalto, em 1998.

"Foi uma decisão judicial, o juiz deu por despacho que eu ficasse com a minha filha que era recém-nascida e era um ser que precisava de muito mais atenção. Já ele ficaria com os familiares que tanto pleitearam, que tanto queriam, que tanto fizeram para tirar uma guarda provisória que eu tinha na época, e isso tudo em trâmite judicial", declarou em live para o canal Lisa, Leve e Solta no YouTube.

Denize ainda se defendeu das acusações que surgiram na época de que teria abandonado Brenner por ele estar em uma cadeira de rodas. "Não foi abandono, foi uma decisão do juiz, as pessoas também se recordam que eu estava grávida [na época do assalto] e tinha uma filha para criar."

"Nenhuma mãe no meu lugar ou fora do meu lugar, mesmo que o juiz me perguntasse: 'Com quem você fica?'. 'Vai cuidar da sua filha ou dele?'. É óbvio que eu ia cuidar da minha filha. Não foi abandono, 'não quero mais esse brinquedinho e joguei para lá', é muito mais grave. Eu levei a fama e fiquei calada", desabafou.

A famosa ainda revelou que Gerson não foi o homem de sua vida. "A gente tinha um relacionamento artístico, na forma de se relacionar, tipo que hoje não teria. Sinceramente, do fundo do meu coração, o Gerson não foi o homem da minha vida, eu não morria de amores pelo Gerson, como homem. Eu me apaixonei e vivi aquele momento de paixão", concluiu.

Assista à entrevista completa abaixo:

TUDO SOBRE

Justiça

YouTube


Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?