CRIMES SEM FIM

De Rafael Cardoso a Juliana Paes: cinco famosos vítimas da violência no Rio

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Vítima de arrastão em rodovia, o ator Rafael Cardoso decidiu não publicar mais nada em seu Instagram  - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Vítima de arrastão em rodovia, o ator Rafael Cardoso decidiu não publicar mais nada em seu Instagram

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 20/11/2018, às 14h51

Após ter armas apontadas para sua cabeça e ficar em meio a um tiroteio, o ator Rafael Cardoso decidiu abandonar o seu Instagram para, "a partir de agora, fazer só o que importa". O mocinho da novela das seis, Espelho da Vida, engrossa a lista de famosos vítimas de violência no Rio de Janeiro, que em 2018 já tem Juliana Paes e Marcello Novaes.

Em vídeo publicado no Instagram de sua mulher, Mariana Bridi, Cardoso explicou o que aconteceu. "Fui assaltado na [rodovia] Washington Luís na quinta-feira [15]. Foi um arrastão e eu fui o segundo carro. Eu saí do carro com arma na cabeça e na barriga, levei uma pistolada no peito", disse. 

"Além de terem levado o nosso carro, na hora que a gente estava saindo, estávamos eu e o Paulo, nosso irmãozão aqui, começaram a atirar na gente. Nós corremos igual não sei o que", contou o ator, que em seguida explicou o motivo de parar de fazer publicações. 

"Foi um divisor de águas para mim. A partir de agora, eu vou fazer só o que importa para mim. Vou dar um tempo do Instagram. Quem quiser migrar do meu Instagram para o da Mari, pode migrar. Eu não vou postar mais nada", encerrou. 

Em seguida, a jornalista da Globo Sonia Bridi, que é sogra de Rafael Cardoso, usou a sua rede social para publicar uma nota sobre o caso e também cobrar as autoridades policiais do Rio de Janeiro. Veja o post: 

 
 
 
Visualizar esta foto no Instagram.

Hoje os arrastões nas estradas de acesso ao Rio foram notícia: 7 em 24 horas. Mas quantos nos últimos dias? Na madrugada de quinta, meus netos dormiam tranquilos quando o pai deles eatava com uma arma na cabeça. Rafael e Paulo, que trabalha com ele, voltavam do sítio com uma carga de produtos orgânicos. A camionete foi cercada e abalroada nas laterais por cinco carros que estavam no arrastão na rodovia Washington Luis. Vários carros foram parados pelo bando. Rafael e Paulo não ofereceram resistência. Mas os bandidos mesmo assim se revezaram mantendo-nos com armas na cabeça, no peito, nas costas. Em determinado momento Rafael tinha 3 armas apontadas contra ele. Famílias foram postas no meio da rua, e os carros levados. Ao se afastarem os bandidos dispararam em direção às vítimas. Ninguém se feriu por muita sorte. Esses arrastões são rotina. Todo mundo sabe onde acontecem. Que a Polícia Rodoviária Federal, a PM do Rio e a Polícia Civil não sejam capazes de impedir isso, é para mim inexplicável. Crimes à mão armada são crimes contra a vida. Devem ser prioridade de todas as autoridades. Estamos desprotegidos. E se hoje Aurora e Timtim e também Marquinhos e Mateus - filhos do Paulo - ainda tem pai, é por força do acaso, da sorte, do poder divino, para quem tem fé. E é a isso que estamos entregues em muitas áreas do Rio: à sorte e à fé. Minha família teve sorte. Milhares de outras, não.

Uma publicação compartilhada por @ soniabridi em

De acordo com informações do jornal Bom Dia Rio, da Globo, os crimes na região em que Rafael Cardoso sofreu o assalto se intensificaram nos últimos dias. Do início da noite de sábado (17) ao fim da tarde de domingo (18), aconteceram pelo menos sete arrastões em estradas e vias que cruzam o Grande Rio. Um taxista foi morto. 

Apenas na rodovia Washington Luís, local em que o ator viveu os momentos de terror, foram três ocorrências. 

Confira outros casos de atores que, assim como Rafael Cardoso, foram vítimas da violência no Rio de Janeiro (apenas neste ano):

Juliana Paes
Em fevereiro, a atriz saiu de sua casa pensando apenas em curtir o Carnaval na Sapucaí, mas a caminho do sambódromo a van da Grande Rio em que ela estava foi parada por dois assaltantes na saída do túnel Santa Bárbara, que liga a zona sul ao centro do Rio de Janeiro.

No momento em que reconheceram Juliana Paes, os criminosos decidiram levar apenas os celulares de quem estava no veículo.

Marcello Novaes
O intérprete do vilão Sampaio, de O Sétimo Guardião, teve moto e celular roubados na avenida Érico Veríssimo, na Barra da Tijuca. O ator, que não foi agredido durante o assalto, estava pilotando o veículo quando foi abordado por bandidos armados. Ele não ofereceu resistência. O crime aconteceu em maio.

Alejandro Claveaux
Quando estava no ar como o policial Nicolau, de O Outro Lado do Paraíso, o ator viveu momentos de pânico no bairro carioca do Humaitá. Alejandro Claveaux estava parado com o seu carro em um semáforo, e os criminosos desceram armados de outro veículo.

"Colocaram uma metralhadora na minha cabeça, entrei em pânico", disse em entrevista ao jornal Extra em abril. Ele reagiu no susto pegando no braço de um dos assaltantes, mas por sorte nada de mais grave aconteceu, e os ladrões fugiram apenas com o casaco do artista.

Carla Diaz
O vidro do carro em que a atriz estava com a mãe foi alvejado por uma pedra na Barra da Tijuca. Alguns estilhaços se espalharam pelo veículo, mas o vidro não quebrou por conta da película de insulfim. "A Carla [Diaz] entrou em pânico porque achou que fosse um tiro", comentou a mãe dela, Mara Diaz, em entrevista à revista Quem, em abril. Ninguém ficou ferido.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook