Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FÁTIMA SAMPAIO

De gritos a comida estragada: Filhos de Cid Moreira acusam madrasta de maus-tratos

ROGERIO FIDALGO/AGNEWS

Cid Moreira e Fátima Sampaio Cine Odeon Claro, no Rio de Janeiro, em 2019

Fátima Sampaio é acusada de maus-tratos a Cid Moreira em ação movida pelos filhos dele

ELBA KRISS

elba@noticiasdatv.com

Publicado em 21/7/2021 - 7h00

A briga de Cid Moreira, de 93 anos, com os filhos vai longe. Depois de acusarem o jornalista de abandono afetivo, Rodrigo Radenzev Simões Moreira, 52, e Roger Felipe Naumtchyk Moreira, 45, agora denunciam Fátima Sampaio, 58 anos, mulher do comunicador, por maus-tratos. Para eles, ela mantém o veterano em cárcere privado, o trata aos berros e serve comida estragada.

Na terça-feira (20), os filhos do ex-âncora do Jornal Nacional protocolaram uma ação de interdição contra o pai na Vara de Família e Registro Civil da Comarca de Petrópolis, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Fátima, por sua vez, é alvo na abertura de um inquérito policial no Ministério Público do Rio de Janeiro. Eles pedem a prisão preventiva da madrasta por considerarem que ela se apropriou dos bens do marido.

O Notícias da TV teve acessos aos autos em que os irmãos Moreira acusam Fátima de "depenar" o pai, se apropriando de seus imóveis, "salários, ganhos e direitos autorais".

Roger Moreira: filho adotivo de Cid Moreira em entrevista à Record (Foto: Reprodução/Record)

Na solicitação de interdição em que Roger pede para ser curador do pai, os irmãos fazem sérias acusações contra a parceira do jornalista. Segundo eles, a intimidade do experiente apresentador é muito diferente da que é vista nas redes sociais.

"O interditado é muito famoso e muito querido, mas desde que se juntou com a mulher, a mesma fez de tudo para separar o idoso dos filhos, dos advogados que sempre o acompanharam, dos amigos e dos parentes. E, aproveitando-se da sequência de demência que começou a se instalar, a passar tudo que o Cid tinha para ela", apontam.

"O idoso está tecnicamente nas mãos da mulher, que anteriormente era free lancer de revistas, morava numa quitinete em Fortaleza, não tinha nada, nem carro, vivia de pequenas matérias que tentava vender. Sua passagem na vida antes de conhecer o Cid não era das melhores. E notava-se que o interesse dela para com Cid era textualmente econômica", consta nos autos.

Rodrigo Moreira: filho biológico de Cid Moreira em entrevista à Record (Foto: Reprodução/Record)

Nas declarações contra a cônjuge do ex-apresentador, há também a citação de que ela ganhou do marido um apartamento para "receber visitas" e mais supostas situações de violência. "Tem-se notícias que a mesma agride o idoso, deixa sem medicação, comida vencida ou estragada por 15 dias em pleno cárcere privado, e o pior, sem sua presença. Ela some, para fazer compras e se enturmar com amigos", indica a defesa.

"Basta dizer que as traições ao idoso vêm de longe, na época em que se conheceram teve casos extraconjugais com o professor de inglês, com o personal trainer, o cabeleireiro e ouve-se que na atualidade tem amigos, mais que amigos, a quem repassa bens e valores", manifestam os interessados.

Catia Fonseca virou testemunha

Já no inquérito policial, os herdeiros narram que além dos maus-tratos praticados, Fátima se deslumbrou com a fama do comunicador. "Ela deixa o idoso em cárcere privado, sem a presença de familiares e amigos, e grita e berra", reclamam.

"O querido pai, a conheceu quando a mesma não tinha eira nem beira, morava numa quitinete insalubre, que nem asseio tinha. Tecnicamente passava fome. Assim que encarnou no idoso, sua vida mudou, virou rica e famosa", detalham.

Na queixa, os irmãos Moreira desconfiam que Fátima não atua sozinha. Para eles, a venda de imóveis para familiares trata-se de algo maior. "Tudo com o objetivo de perpetrar seus instintos malévolos, juntamente, com uma quadrilha, seus ficantes, seus amásios, seus parentes, seus rábulas", descreve a defesa. 

"[Moreira] é casado em regime de separação total de bens, com uma mulher perigosa, que se apropria indebitamente de forma continuada e comete estelionato senil", continua. 

O imbróglio dos filhos de Cid contra o pai e a madrasta atingiu até Catia Fonseca. A apresentadora do Melhor da Tarde, da Band, foi sugerida como testemunha dos herdeiros no caso. Eles pedem que ela seja ouvida, pois reconheceu em rede nacional "o poder que a mulher exerce sobre o marido há anos".

Na última quinta-feira (15), Catia declarou em seu vespertino que encontrou o colega de profissão há dois anos em um evento e notou algo curioso. "A Fátima, de fato, cuida dele. Separando as situações, não estou dizendo nada diretamente. Mas ela zela por ele muito bem. Mas ao mesmo tempo, eu via que ele perguntava tudo para ela: 'a gente pode fazer uma foto?' ou 'posso tomar água?'. Às vezes, cria-se uma dependência emocional", observou ela.

À reportagem, Roger compartilhou o fato narrado pela apresentadora da Band. "Ela comentou, por acaso, uma coisa que ela viu. Ela foi em um evento com vários jornalistas, e o Cid estava lá com a Fátima. Tudo o Cid olhava para ela e perguntava. Tudo ele reporta para a mulher e pergunta as coisas. É ela quem decide", lamentou.

O Notícias da TV procurou a assessoria de imprensa de Catia para comentar sua citação no caso. Por meio de sua assessoria de imprensa, a comunicadora declarou "não ter conhecimento de que foi arrolada como testemunha".

A reportagem contatou Fátima para comentar as acusações de seus enteados. Um representante de Moreira informou que o casal não irá se manifestar, pois "não foram notificados".

Angelo Carbone, advogado dos irmãos Moreira, explicou o andamento do caso e os desejos de seus clientes. "Ele [Moreira] tem 93 anos, um senhor que casou com uma moça jovem. A impressão que dá é que ela está se aproveitando dele. Pela lei do idoso, ela vai responder por isso e vamos anular tudo que tiver. Vamos começar por aí", avisou.

Veja o vídeo em que Catia Fonseca fala sobre Cid Moreira:

Entenda o caso

Na semana passada, Roger Felipe Naumtchyk Moreira concedeu entrevista para o A Hora da Venenosa, no Balanço Geral, sobre sua relação com o ex-âncora da Globo. Ele acusou veterano de "deserdá-lo" ao ter seu nome retirado do testamento. Apesar da briga, a legislação brasileira não permite deserdar filhos. Por causa disso, há um ano e meio, ele entrou com ação na Justiça contra o comunicador, alegando abandono afetivo.

Rodrigo Radenzev Simões Moreira, por sua vez, apareceu na imprensa após o desabafo público do irmão, que nunca conheceu. Ele é fruto do casamento do locutor com Olga Verônica Radenzev Simões. Os dois ficaram juntos no início da década de 1970. Após a separação, a mãe teria tentado que pai e filho se reaproximassem, mas não teve sucesso.

Ao jornalístico da Record, o filho biológico do ex-Globo declarou nunca ter recebido afeto do pai. O herdeiro chegou a processá-lo em R$ 1 milhão por abandono afetivo, mas perdeu a ação e desistiu de ser amado e ter uma ligação familiar com o ex-funcionário da Globo.

Rodrigo, que mora em São Paulo, e Roger, que reside no Rio de Janeiro, decidiram se unir após se conhecerem no A Hora da Venenosa. Desde então, criaram vínculos e, agora, partiram para a Justiça.

Confira vídeo de Roger Moreira com Angelo Carbone, seu advogado:

Veja entrevistas com os filhos de Cid Moreira no Balanço Geral:


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Outubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco original

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas