ENTRE TAPAS E BEIJOS

Climão, briga e dinheiro: Entenda o rompimento de Leonardo e Eduardo Costa

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Leonardo e Eduardo Costa no show Cabaré, em 2018

Leonardo e Eduardo Costa eram parceiros dentro e fora dos palcos: os amigos romperam os negócios

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 11/07/2020, às 07h15

Reconhecidos pela parceria de sucesso com a turnê Cabaré, que rendeu mais de 300 shows e a gravação de dois DVDs, Leonardo e Eduardo Costa tinham uma relação de negócios além dos palcos. O cantor de Olha Ela Aí era contratado do escritório empresarial de Leonardo, o Talismã. Após discussões e um climão transmitido ao vivo para milhões de pessoas durante a live da dupla, o acordo foi rompido.

Oficialmente, os dois gravaram vídeos no início deste mês dizendo que se amam e continuam amigos. Até admitiram que tiveram desentendimentos, mas apenas por decisão de repertório. O fato é que a parceria nos negócios deixou existir.

O próprio Leonardo disse que Eduardo Costa não precisava mais de seu escritório, enquanto o outro cantor reconheceu que tinha como um sonho de vida ter a própria empresa de agenciamento de carreiras. 

"Foram 13 anos de parceria, 300 shows do Cabaré", falou Leonardo. "Além de ser fã do Eduardo Costa, eu sou muito grato a tudo o que ele proporcionou pra mim e para toda a equipe da Talismã durante esses 13 anos em que ele esteve conosco. Só desejo que ele faça muito mais sucesso no escritório dele agora, ele é um cantor que não precisa do escritório de ninguém", opinou o irmão de Leandro (1961-1998).

Eduardo Costa agradeceu o amigo pelo vídeo e disse que nunca teve problemas com o antigo parceiro de Cabaré porque nunca tratou de negócios com ele. Segundo o sertanejo, os desentedimentos que teve foram com William Passarinho, empresário e sócio de Leonardo na Talismã.

"Na Talismã, eu não tratava com o Leonardo, eu tratava com o William Passarinho, que era o nosso empresário. Com ele, sim, eu tive confusões e desentendimentos. O William é dono do escritório junto com o Leonardo, mas tenho carinho por ele também", admitiu Costa.

Na polêmica live Cabaré de 1º de maio, os sertanejos chegaram a atrair a audiência de mais de 3 milhões de acessos simultâneos no YouTube. Mas o sucesso de público foi na contramão do resultado nos bastidores. Leonardo teria ficado constrangido com as piadas que o amigo fez ao vivo na web e avisou que eles não fariam mais apresentações juntos.

Na live, Eduardo Costa falou muitos palavrões, fez piadas machistas, comentários sobre o filho da cantora Thaeme e exagerou nos diálogos com o colega, dizendo até que Leonardo "tem pau grande" durante o show. Criticado, o cantor chorou em um vídeo publicado no Instagram, disse que ia parar a carreira musical e anunciou o cancelamento de outras lives.

Apesar de ter voltado atrás nas decisões sobre os rumos da carreira, os encontros com Leonardo não aconteceram mais e os dois romperam a parceria de 13 anos que tinham no escritório. Sobre o Cabaré online, segundo Eduardo Costa, eles optaram por não fazer mais porque "é muito trabalhoso, além do repertório repetitivo".

"Com o Leonardo, eu nunca sentei para tratar de escritório. A minha amizade com o Leonardo independe de dinheiro, de escritório e vida artística. Essa conversa minha com o Leonardo [sobre negócios] nunca existiu e nunca vai existir", alegou Costa.

A marca Cabaré continua ligada ao escritório de Leonardo. Eduardo Costa avisou que as lives não vão mais acontecer, mas que espera retomar a turnê após a liberação de shows com público.

O site oficial da Talismã já retirou o nome do sertanejo do casting, mas mantém conteúdos relacionados à parceria. Cabaré também é uma marca de cachaça. Segundo Costa, aliás, goles em garrafas de cachaça foram os únicos motivos de "contenda" entre ele e o "irmão mais velho" Leonardo.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu programa favorito gravado na quarentena?
Sinta-se em Casa, com Marcelo Adnet sempre criativo e afiado
10.15%
Diário de um Confinado, com retrato fiel do isolamento social
17.34%
Cada um no seu Quadrado, com suas dinâmicas divertidas
2.39%
Prefiro as reprises das novelas mesmo
70.12%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook