Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

FALAS CONTROVERSAS

Carlinhos Mendigo e cantor Netinho são denunciados por crime de homofobia

REPRODUÇÃO/REDETV! e REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Montagem de fotos com o humorista Carlinhos Mendigo no programa Superpop, da RedeTV! (à esquerda), e o cantor Netinho (à direita) em vídeo do canal no YouTube de Eduardo Bolsonaro

Carlinhos Mendigo no Superpop, da RedeTV! (à esq.), e o cantor Netinho (à dir.) no canal de Eduardo Bolsonaro

REDAÇÃO

Publicado em 11/8/2020 - 11h30

O ex-Pânico Carlinhos Mendigo e o cantor Netinho da Bahia foram denunciados pelos crimes de homofobia e transfobia após fazerem declarações ofensivas à comunidade LGBTQ+ nas redes sociais. O suplente de deputado estadual por São Paulo e ativista Agripino Magalhães abriu a queixa-crime contra os artistas na segunda-feira (10).

Em seu perfil no Instagram, Magalhães explicou que as falas de Mendigo e de Netinho não podem passar impunes. O humorista fez piadas transfóbicas com Thammy Miranda, que estrelou a campanha de Dia dos Pais de uma marca de cosméticos; e o cantor deu uma entrevista ao deputado Eduardo Bolsonaro e declarou que gays pensam com o "fiofó", em referência ao ânus. 

"Desde que a LGBTIfobia foi equiparada ao crime de racismo no STF (Supremo Tribunal Federal), qualquer LGBTI+ que se sentir ofendido por uma ofensa LGBTIfóbica --homofóbica ou transfóbica-- pode processar o autor das ofensas uma vez que não se trata de um mero crime de injúria pessoal, mas sim de ofender toda uma população LGBTI+, um grupo de pessoas", ressaltou o ativista da causa. 

"Hoje, segunda-feira, dia 10 de Agosto de 2020. Eu, Agripino Magalhães, juntamente com os meus advogados, iremos abrir denúncia [queixa-crime] contra o cantor Netinho da Bahia e o Carlinhos Silva (Mendigo). Iremos abrir no Ministério Público de São Paulo, por crimes de ofensas homofóbicas e transfóbicas. Netinho da Bahia e Carlinhos Silva (Mendigo) irão responder na Justiça", completou o político. 

Em uma entrevista ao canal do YouTube do filho do presidente Jair Bolsonaro, Netinho polemizou. "Se esse pessoal LGBTQIA+ não vivesse de acordo com o fiofó, porque eles vivem assim, pensando no fiofó, estariam hoje comandando o Brasil junto com o Jair (Bolsonaro), apoiando o Jair, ia ser maravilhoso. Mas eles foram doutrinados a enxergar a vida pela lente do fiofó", declarou o músico. 

Já Carlinhos Silva fez uma série de publicações ofensivas ao herdeiro de Gretchen. Em uma delas, é feita uma piada com o influenciador mostrando uma foto de quando era jovem para o filho, Bento, que se chocaria ao descobrir que o pai nasceu em um corpo feminino. Atualmente, o perfil do comediante está suspenso da rede social. 

Confira as publicações do ativista Agripino Magalhães no Instagram: 

View this post on Instagram

A post shared by Agripino Magalhães (@amagalhaes25) on

View this post on Instagram

A post shared by Agripino Magalhães (@amagalhaes25) on

View this post on Instagram

A post shared by Agripino Magalhães (@amagalhaes25) on

Leia também

Enquete

Você gostou de Tadeu Schmidt no comando do BBB22?

Web Stories

+
Final de Malhação na Globo tem sequestro, incêndio e final feliz; saiba tudoPor que Ludmilla e Anitta brigaram? Entenda a treta que respingou no BBB 22BBB22: Cinco vezes em que Naiara Azevedo atraiu o ranço do público na primeira semanaFaustão na Band abala concorrentes com ibope histórico e equipe provoca RecordAntes da estreia, BBB22 já rendeu treta entre famosos, tentativa de redenção e mais

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas