Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

IDENTIDADE DE GÊNERO

Bárbara Paz revela ser pessoa não-binária: 'Descobri há pouco tempo'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Bárbara Paz com blusa branca em fundo branco do lado de uma janela e olhar sério

Bárbara Paz em postagem no Instagram; ela afirmou que se entende como pessoa não-binária

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 28/5/2021 - 9h11

A atriz Bárbara Paz afirmou que é uma pessoa não-binária, ou seja, alguém que não se classifica somente em um dos gêneros binários (masculino ou feminino) e não se identifica nem como homem nem como mulher. Ela disse que se vê como um indivíduo inquieto e plural em diversos sentidos. "Descobri que sou não-binária há pouco tempo. Um amigo meu falou que eu era, e eu acreditei, entendi", comentou.

A revelação ocorreu em conversa com o ator, jornalista e produtor cultural Paulo Azevedo, em episódio do podcast Almasculina. No bate-papo, a artista analisou que a pluralidade é importante profissional e pessoalmente.

"A imaginação precisa estar trabalhando o tempo todo. Então, não sei bem quem eu sou. Se tiver alguma referência para me dizer quem eu sou, ainda estou em busca. Sou muitas coisas. Sou muitos, muitas. É difícil dizer quem você é para se apresentar", explicou.

Bárbara recordou que a questão da sexualidade não era um tema tratado entre sua família e que teve a ajuda de informações por meio da leitura. "Não tive a cultura dentro de casa de perguntar sobre sexualidade. Tudo o que aprendi foi lendo em revistas. Não se falava disso. Se falavam, não me lembro, porque eu nunca me questionei muito. Se é homem ou mulher, do que você gosta. Para mim, você gosta de pessoas", disse.

O tema da não-binariedade começou a ganhar força em sua vida nos últimos tempos, durante a pandemia da Covid-19. Ele aproveitou o momento para ter maior autoconhecimento e começou a refletir sobre o assunto.

"Muitos homens habitam dentro de mim. Quando ouvi esse discurso do não-binário, do transgênero, pensei: 'Será que, se tivesse escutado isso com 12 ou 13 anos, eu teria achado que eu era pelo fato de eu sentir isso?'. E não estou falando de sexualidade, mas de sensação", comentou.

"Às vezes eu me olhava no espelho e me sentia um garoto. Eu me olho no espelho hoje e sou uma mulher com peito, bunda, curvas. Gosto de ser menino e de ser menina. Pode? Hoje pode!", explicou. "Cada vez mais a gente consegue respirar e ser a gente. Gosto de pessoas. Até agora, me apaixonei por homens, mas gosto de pessoas", completou Bárbara.

Ouça uma parte da entrevista de Bárbara ao podcast Almasculina:

Prêmio NTV Melhores do ano


Leia também

Enquete

Qual foi o melhor telejornal ou programa jornalístico do ano?

Web Stories

+
Gui Araujo deixa A Fazenda 13 após expor lado prepotente e preconceituoso; relembreDe série na Netflix a aposentadoria: Por onde anda o elenco de O Cravo e a Rosa?Vladimir Brichta contracena com a filha em Quanto Mais Vida, Melhor; veja outros casosConfinado em A Fazenda 13, Dynho não sabe que Mirella pediu divórcio; como fica o caso?Quanto Mais Vida, Melhor enfrentou perrengues mesmo antes de estrear; conheça a trama

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas