Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

'CARA DE PAU'

Atriz confessa que conseguiu papel em Pantanal após mentir para diretor

Reprodução/Instagram

Ingra Lyberato sentada em uma árvore com um vestido nos mesmos tons da planta

Ingra Lyberato ganhou notoriedade em Pantanal (1990) na pele de Madeleine; atriz enrolou diretor

REDAÇÃO

Publicado em 16/9/2020 - 8h43

Ingra Lyberato afirmou que conseguiu o papel de Madeleine na novela Pantanal (1990) após "passar a perna" do diretor Jayme Monjardim. A atriz mentiu para conseguir entregar o seu currículo ao profissional da TV Manchete. A atitude dela, contudo, não foi vista como negativa, e ele a chamou para atuar no folhetim de Benedito Ruy Barbosa.

Segundo relato da artista, ela abordou Jayme para entregar o portfólio de Nuno Leal Maia, com quem namorava na época.

"O Jayme Monjardim estava atrás dele [Nuno Leal Maia] para um papel na novela Kananga do Japão [1989]. Fui então procurá-lo dizendo que tinha um material do Nuno para entregar. Quando o encontrei, disse que na verdade só queria entregar meu currículo e buscava uma oportunidade. Ele me disse que esperava que eu fosse tão boa atriz quanto eu era cara de pau. Um ano depois, ele me chamou para o teste de Pantanal", detalhou ao jornal Extra.

A partir daí, Ingra fez o teste com o ator Paulo Gorgulho, e os dois ganharam os papéis. Foi durante a gravação que a atriz se apaixonou por Monjardim, com quem ficaria casada durante seis anos.

"Me apaixonei pelo Jayme ali no Pantanal. Mas a gente só foi ficar junto quando os dois já estavam solteiros. Foi quando gravamos a minissérie O Canto das Sereias [1990] em Fernando de Noronha", lembrou.

Ao ser questionada sobre encarar cenas de nudez logo nos primeiros dias de gravação da novela, ela admitiu que ficou muito tensa. "Não foi tranquilo. Eu nunca tinha ficado nua em cena. Mas a coragem não era só para tirar a roupa. A gente nadava entre as piranhas e os jacarés", explicou sobre a sequência que ficou famosa por ela e Gorgulho rolarem nus na areia à beira do rio.

A atriz participou dos primeiros 15 capítulos de Pantanal e já na novela seguinte conquistou o papel de protagonista em Ana Raio e Zé Trovão (1991). Ela, que já admitiu sentir medo da fama, disse que o avanço da carreira foi uma surpresa.

"Foi um pouco assustador o tamanho que tudo tomou. Não estava acostumada e nunca tinha sonhado ficar famosa. Depois desses trabalhos, me afastei de tudo e fiquei quatro anos criando cavalos", completou.

Hoje, aos 53 anos de idade, Ingra vive com o filho, de 16, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Ela acabou de lançar seu segundo livro, A Natureza Oculta Iluminada.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?