RAFAEL MIGUEL

Ator de Chiquititas assassinado a tiros ia fazer teste para voltar às novelas do SBT

Lourival Ribeiro/SBT

O ator Rafael Miguel como o personagem Paçoca de Chiquititas, que o SBT exibiu entre 2013 e 2015 - Lourival Ribeiro/SBT

O ator Rafael Miguel como o personagem Paçoca de Chiquititas, que o SBT exibiu entre 2013 e 2015

DANIEL CASTRO - Publicado em 10/06/2019, às 13h57 - Atualizado em 11/06/2019, às 04h30

O ator Rafael Miguel, morto a tiros na tarde de domingo em São Paulo, estava no radar do SBT para voltar às novelas. Ele já tinha sido avisado pela diretora de elenco da emissora, Márcia Ítalo, que iria fazer testes para Patinho Feio, produção infanto-juvenil que substituirá As Aventuras de Poliana no segundo semestre de 2020. Os testes seriam em agosto.

O SBT, por meio de sua assessoria de imprensa, confirma a informação. Escrita por Leonor Corrêa, irmã de Fausto Silva, Patinho Feio será uma versão de uma produção originalmente argentina adaptada pela rede mexicana Televisa em 2009, com o título Atreva-se a Sonhar. Baseada no conto de fadas, a novela vai explorar os conflitos entre beleza, vaidade e padrões impostos pela sociedade.

Os testes para o elenco infantil de Patinho Feio terminam neste mês. Em julho, serão definidos os eleitos para os papéis. Só depois disso o SBT irá escolher o elenco adulto, para o qual Rafael Miguel estava cotado. As gravações começam em dezembro ou janeiro.

Famoso por um comercial de TV em que interpretava uma criança que insistia para a mãe comprar brócolis, Rafael Miguel estava longe das novelas desde agosto de 2015, quando foi ao ar o último capítulo de Chiquititas, também do SBT, na qual interpretou o personagem Paçoca. Ele teve depressão após a novela, por causa da falta de trabalho, e vivia pedindo oportunidades aos profissionais da dramaturgia do SBT.

Antes de Chiquititas, ele fez participações em Cama de Gato (2009),  Pé na Jaca (2006/07) e JK (2006), todas da Globo, e em Cristal (2006), do SBT.

Namoro proibido

O ator foi assassinado juntamente com seus pais, João Alcisio Miguel, de 52 anos, e Mirian Selma Miguel, de 50, na estrada do do Alvarenga, no bairro Pedreira, zona sul de São Paulo, por volta das 14h de domingo. Eles teriam ido até o local para conversar com os pais de Isabela Tibcherani, 18, sobre o namoro dos filhos.

De acordo com a polícia, o pai de Isabela, Paulo Cupertino Matias, 48, surpreendeu os três no portão de sua casa, atirou e fugiu. A família foi enterrada na segunda-feira (10) no cemitério Campo Grande, zona sul da capital paulista.

Em entrevista ao Balanço Geral, da Record, Isabela disse que seu pai era contrário ao namoro e que eles ficaram um bom tempo sem se ver até se reencontrarem em uma festa junina no sábado (8). De acordo com a estudante, seu pai é possessivo e tem um ciúme doentio por ela e por sua mãe.

Veja o comercial que fez Rafael Miguel famoso:

Famosos se despedem do ator

Após a morte do namorado, a estudante Isabela Tibcherani escreveu no Facebook um texto sobre o que sentia por ele.

"Tá muito difícil de assimilar, mas eu quero pensar em você como o homem iluminado que é, o homem que me orgulha, que me fez a mulher mais feliz do mundo, que me apresentou o amor de verdade, que me salvou e acreditou em mim, quando muitas vezes eu pensei em desistir. Você foi meu pilar, minha força, mesmo enfrentando seus próprios problemas, mesmo vivendo uma luta constante. Lutamos juntos, até o final", postou.

Isabela também compartilhou fotos de uma festa junina à qual os dois foram juntos na noite de sábado (8). O momento marcou o reencontro do casal, após alguns meses. "O melhor dia das nossas vidas, de longe. Dá pra ver pelo nosso olhar, nesse momento éramos só você e eu, em meio a todas aquelas pessoas, não tinha mais nada além de nós dois", definiu. 

DIVULGAÇÃO/SBT/LOURIVAL RIBEIRO

Inocência (Bárbara Paz) e Bentinho (Rafael Miguel) na novela do SBT Cristal (2006)

A atriz e apresentadora do SBT Maisa Silva pediu justiça e lamentou a morte do ator e de seus familiares. "Bizarro saber que uma crueldade dessas aconteceu. Ainda mais com uma pessoa que eu conhecia. Mais vidas foram interrompidas pelas mãos de um homem. Rafael e família, descansem em paz. Que Deus conforte todos os corações. Que a justiça seja feita. Chega de assassinato", escreveu.

A Mili da última versão de Chiquititas, Giovanna Grigio, também demonstrou tristeza pelo episódio. "O Rafael era uma das pessoas mais doces que eu já conheci, desde criança, e meu coração está doendo muito por receber essa notícia. Eu não sei nem o que dizer sobre essa violência toda. A vida do meu amigo foi tirada dele. Meus sentimentos aos familiares...", disse no Twitter.

Outra colega de SBT, a protagonista da novela As Aventuras de Poliana, Sophia Valverde, compartilhou trecho de uma participação do ator em Chiquititas para homenagear o amigo.

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Murilo Benício, Flávia Alessandra, Igor Rudolf e Rafael Miguel eram uma família em Pé na Jaca

"Sem palavras para tanta maldade que existe nesse mundo... Onde vamos parar se não houver mudança em cada pessoa?  Precisamos de mais amor, mais respeito, mais compaixão, mais empatia... Enquanto não houver essa mudança em todo mundo não conseguiremos ter um mundo melhor nunca... Que Deus console os familiares e amigos...", postou.

Ricardo Tozzi, que contracenou com Rafael em Pé Na Jaca, compartilhou uma foto dele junto ao ator ainda criança. Veja aqui:

 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou da escolha de Maju Coutinho para o Jornal Hoje?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook