ENTREVISTA NA RECORD

Namorada de ator de Chiquititas diz que pai era possessivo e planejou assassinato

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Isabela Tibcherani e o namorado Rafael Miguel, que foi assassinado a tiros juntamente com os pais - REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Isabela Tibcherani e o namorado Rafael Miguel, que foi assassinado a tiros juntamente com os pais

REDAÇÃO - Publicado em 10/06/2019, às 13h47 - Atualizado às 17h31

Namorada do ator Rafael Miguel, assassinado a tiros juntamente com seus pais, Isabela Tibcherani concedeu sua primeira entrevista na tarde desta segunda (10). Em conversa com o apresentador do Balanço Geral São Paulo, Reinaldo Gottino, a jovem de 18 anos disse que o pai, Paulo Cupertino Matias, de 48 anos, tinha um ciúme possessivo e que planejou o crime.

"Meu pai tem um ciúme possessivo, doentio. Ele é misógino, agressor, odeia mulheres e acha que mulher só serve para lavar, passar e cozinhar", explicou Isabela.

Questionada se esperava que o pai cometesse o ato, ela disse que no máximo acreditava que ele poderia arrumar uma briga com socos. "Ainda não consigo acreditar, mas estou me esforçando. Juro que o máximo que pensei que fosse possível era meu pai sair na mão. Mas quando eles [Rafael e os pais] chegaram, ele me mandou entrar e começou a atirar", revelou a namorada do ator de Chiquititas.

"Eu não estou com medo porque não tenho nada a perder, temo pelas pesssoas que estão comigo, que estão me protegendo. Ele não atirou em mim porque não queria", desabafou a jovem.

Isabela também desmentiu a informação de que estaria grávida. Segundo a jovem, ela e o namorado não se viam há bastante tempo antes do reencontro no sábado (8), última vez em que estiveram juntos.

Paulo Cupertino Matias é apontado pela polícia como autor dos assassinatos. (Foto: Reprodução/Instagram)

"Chegaram a dizer que eu estava grávida, que eles estavam indo pra esclarecer a gravidez, o que não é verdade. A gente estava há muito tempo sem se ver", disse. De acordo com ela, os momentos que passaram juntos no sábado serão inesquecíveis.

"Nosso amor não acabou, foi uma fatalidade. A gente tinha muita fé que tudo ia acabar da melhor forma, que tudo ia se resolver e fazendo planos para morarmos juntos. Passamos a noite do dia 8 juntos, nos divertimos bastante. Foi o melhor dia das nossas vidas, do nosso namoro de um ano e dois meses", contou.

"Estou fazendo todo possível pra preservar nossa história, tem gente falando muita bobagem. Estou me esforçando pra me manter, mas não posso parar. Vou fazer o que meu coração manda. Vou honrar a nossa [dela e de Rafael] história, seguir nossos sonhos e ser uma mulher independente", projetou Isabela.

A jovem disse que está amparada apenas por amigos e pessoas próximas. Sua mãe, até o momento, concorda com o comportamento do marido, Paulo Cupertino Matias. "Minha mãe não está do meu lado, por incrível que pareça. Ela não vai ajudar as investigações, mas nem vai precisar disso porque já conseguiram imagens dele. Se fosse pra contar com ela, eu estaria sozinha. Não quero nem vê-la", disse.

Entenda o caso

O ator Rafael Miguel, de 22 anos, foi assassinado a tiros na tarde do domingo (9) na estrada do Alvarenga, no bairro Pedreira, zona sul de São Paulo. Intérprete do personagem Paçoca de Chiquititas (2013), no SBT, o ator foi executado juntamente com seus pais, João Alcisio Miguel, de 52, e Mirian Selma Miguel, de 50, pelo sogro dele, Paulo Cupertino Matias, de 48, segundo a polícia.

Rafael havia ido à casa de Isabela Tibcherani, 18 anos, acompanhado dos seus pais, para conversar sobre o namoro com os pais dela. Eles foram alvejados no portão. Matias está foragido.

A família foi velada e os corpos enterrados na tarde desta segunda-feira (10) no cemitério Campo Grande, zona sul da capital paulista.

O ator tinha duas irmãs: a youtuber Camilla Miguel, de 26 anos, e Isabelly Victoria. A primogênita é mãe da bebê Mariá, de apenas 10 meses.

Rafael e seus pais conversavam com a mãe de Isabela e com a estudante na porta da casa dela casa quando, por volta das 13h55, Matias chegou armado, atirando, segundo a versão da polícia. Os três morreram na calçada. O caso está sob investigação do 98° Distrito Policial (Jardim Miriam).

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual é seu casal favorito no Power Couple?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook