Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

HIDROCEFALIA

'Atitude de Leo Lins configura crime', dispara AACD sobre piada capacitista

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O comediante Leo Lins

O comediante Leo Lins; ele foi demitido do SBT após ser criticado por piada sobre o Teleton

DANIEL FARAD

vilela@noticiasdatv.com

Publicado em 4/7/2022 - 20h29

A AACD (Associação de Assistência à Criança com Deficiência) emitiu uma nota de repúdio à piada de Leo Lins sobre o Teleton e as pessoas com hidrocefalia, que levou à demissão dele do SBT. A entidade afirmou que a atitude configura crime, que está previsto pela lei 13.146/2015 --sob pena de pagamento de multa e reclusão de um a três anos.

O comediante foi duramente criticado por um vídeo em que tirava sarro sobre a deficiência de uma criança, citando também a maratona televisiva com fins filantrópicos apoiada pelo SBT. Ele sugeriu que a família do menino não precisaria cavar um poço, uma vez que poderia obter recursos hídricos a partir da cabeça dele.

"AACD repudia veementemente a 'piada' feita por Leo Lins em vídeo divulgado recentemente nas redes sociais do comediante. Em uma fala extremamente infeliz e bastante capacitista, ele ataca pessoas com hidrocefalia, chama as pessoas com deficiência com 'crianças com vários tipos de problemas' e mostra desrespeito aos moradores do Ceará", diz a instituição, por meio de nota.

"Ele cita diretamente o Teleton, marca que no Brasil pertence à AACD, e há 25 anos tem contribuído para transformar vidas de milhares de pessoas com deficiência física de todas as partes do Brasil", ressalta a organização, que ainda acrescenta:

A atitude de Leo Lins também configura crime, conforme prevê o artigo 88 da lei 13.146/2015. 'Praticar, induzir ou incitar discriminação de pessoa em razão de sua deficiência: pena de reclusão, de um a três anos, e multa.

A AACD também avaliou que esse tipo de "piada" é de extremo mau gosto e incabível na sociedade em que vivemos hoje. "Vai na contramão de um mundo mais inclusivo pelo qual lutamos todos os dias. A AACD aguarda um posicionamento público com pedido de desculpas de Leo Lins", acrescenta.

"Combater o capacitismo, o preconceito a pessoas com deficiência, é missão de todos nós", arremata a nota da associação.

Quem é Leo Lins?

O SBT confirmou que Leo Lins não tem mais contrato com a emissora na tarde desta segunda (4). O ator fazia parte do elenco do The Noite, talk show comandado por Danilo Gentili na rede de Silvio Santos. Ele, inclusive, coleciona uma série de processos na Justiça e cancelamentos nas redes sociais.

Ele foi condenado a pagar R$ 5 mil à influenciadora Thais Carla por fazer troça de um vídeo em que ela denuncia a dificuldade de pessoas gordas para ter acessibilidade em aviões. Já em fevereiro de deste ano, Lins foi obrigado a indenizar a cabeleireira Whitney Martins de Oliveira em R$ 15 mil por transfobia. 

Em 2020, ele e a namorada Aline Mineiro também foram às redes sociais pedir desculpas à pessoas com autismo e grupos de familiares ligados à causa. Ela se referiu ao comediante como se estivesse dentro do espectro autista de forma pejorativa --rendendo críticas até mesmo do apresentador Marcos Mion.

Confira o posicionamento da AACD nas redes sociais:


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.