Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

CONFUSÃO AO VIVO

Após piti de Regina Duarte na CNN, Maitê Proença critica postura: 'Ela não quis escutar'

REPRODUÇÃO/CNN BRASIL

Reprodução de imagem de Regina Duarte revoltada enquanto vídeo de Maitê Proença é exibido na CNN Brasil

Regina Duarte ficou revoltada com um vídeo gravado pela atriz Maitê Proença, durante entrevista na CNN Brasil

REDAÇÃO

Publicado em 7/5/2020 - 21h57

Maitê Proença criticou a postura de Regina Duarte durante a entrevista à CNN Brasil nesta quinta-feira (7). Em uma live com a diretora Adriana Dutra, a atriz questionou a falta de informações sobre as políticas públicas na área cultural e o silêncio do governo Bolsonaro após a morte de figuras importantes da cena artística nacional, como o ator Flávio Migliaccio (1934-2020) e o compositor Aldir Blanc (1946-2020).

"Como a Regina foi ontem lá para a Esplanada falar com o presidente sobre a situação da cultura, a CNN me ligou, insistiu e eu falei: 'Tá bom, agora eu vou falar, porque realmente tá na hora da gente fazer alguma coisa como classe'", disse Maitê.

"A CNN tem o hábito de dividir a tela, então ficou o meu depoimento acontecendo enquanto parecia que ela queria ir embora", complementou a atriz, ao relembrar o momento em que a emissora exibiu um vídeo gravado por ela que revoltou Regina. "Baixo nível isso! Vão colocar fala dela?", disse a secretária especial da Cultura de Jair Bolsonaro ao vivo, após o anúncio do material.

Na live, a atriz reforçou alguns pontos que tinha destacado no vídeo enviado à CNN: "Eu falei que a cultura está perplexa com a falta de informação, com esse silêncio abissal em relação a uma política para o setor. Falei também que nós estamos vivendo de vaquinhas".

"Enquanto acontece esse silêncio, os nossos gigantes estão morrendo. Aldir [Blanc], Flávio [Migliaccio], Moraes [Moreira], Rubem [Fonseca]... E o presidente não disse uma palavra, não se manifestou, e a nossa secretária de Cultura não disse uma palavra, nenhuma", reclamou Maitê.

"Então, eu pedi pra ela, falei: 'Olha, Regina, eu fui a primeira pessoa a te defender e defender o seu direito de pensar, ter uma postura diferente da maioria da sua classe. De fazer uma opção diferente. Mas agora, eu estou aqui clamando para que você mostre os feitos e converse com a sua classe. Eu pedi, mas ela não quis escutar", concluiu a atriz de 62 anos.

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Quem foi o(a) melhor jornalista/comentarista esportivo do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas