DOUGLAS FERREIRA

Após fracassar como influenciador digital, ex-BBB trabalha como motoboy em São Paulo

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Montagem de foto com Douglas Ferreira no Big Brother Brasil 15 (esquerda) e atualmente (direita)

Douglas Ferreira, que foi eliminado com 63% do Big Brother Brasil, em 2015; ele tentou carreira na moda após o reality

ELBA KRISS - Publicado em 16/01/2020, às 05h19

A vida após o Big Brother Brasil não aconteceu como Douglas Ferreira planejou. O participante da 15ª edição do reality show da Globo foi eliminado com 63% de rejeição após a declaração polêmica de que teria agredido uma ex-namorada. Fora da televisão, ele tentou a carreira de influenciador digital de moda, mas não teve sucesso.

"Financeiramente falando, a minha vida continua igual. Nunca foi uma vida ruim. Mas é uma vida que continua igual. Reassumi meu trabalho como motoboy", conta ao Notícias da TV.

Cinco anos após a experiência no programa, ele está de volta às ruas em sua moto. "Sou autônomo. Presto serviço para algumas empresas, escritórios e consultórios. Trabalho por conta", explica o ex-BBB de 34 anos.

Assim que saiu do reality show, Ferreira ficou "muito famoso", com direito a bajulações e convites vips para eventos, o que o motivou na profissão de influenciador digital. "Tive um blog, um vlog, páginas na internet falando sobre moda, que é uma das coisas que curto muito. Sempre quis trabalhar com isso. Tentei, mas é um meio muito difícil", analisa ele.

"A gente vive numa sociedade muito racista e preconceituosa em que o negro não tem muita vez. É só você ver quais influencers são negros. Quantos brancos tem, quantos negros tem. Tentei, sim. Mas não alavancou", reclama.

Douglas cursa Educação Física e quer investir na área

Ferreira também é ator, mas a polêmica no programa da Globo o afastou do trabalhos na dramaturgia. "Minha primeira formação é artes cênicas. Tenho algumas peças no currículo, curtas-metragens e participações em séries. Depois do BBB, algumas portas até que se fecharam. Dei uma desanimada muito grande", relata.

Após o Big Brother Brasil, Douglas ainda cursou um ano de Psicologia, mas foi na Educação Física que se encontrou. "Sou curioso, gosto de ler, gosto de estudar. Cada vez mais que vou me aprofundando e estudando, tenho mais vontade de trabalhar na área. Até como influencer motivacional da atividade física, do esporte, da vida saudável", conta.

O universitário assume o erro que o eliminou do BBB15. "Acabei falando o que não devia lá dentro. Na verdade, perdi até pela experiência. Nunca fui um telespectador assíduo de BBB e acabei pecando pela língua", diz.

"Foi um acontecido de quando eu tinha 17 anos. Acabei fazendo uma besteira depois de ter sido agredido, de ter sido queimado, ter sofrido injúrias raciais. Pedi desculpas. Vi que errei. Nunca mais errei da mesma forma", explica.

De olho nas novidades do Big Brother Brasil, ele torce para rever colegas na 20ª edição mesmo sem ter sido convidado para retornar. "Fiquei sabendo que para comemorar os 20 anos teria ex-BBBs. Não fui sondado. Ninguém me ligou, ninguém me perguntou nada", lamenta.

O motoboy afirma que retornaria para o confinamento se J.B Oliveira, o Boninho, o convidasse. "Foi uma das coisas mais maravilhosas, interessantes e intensas da minha vida. Voltaria para lá quinze vezes", finaliza ele.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual reprise da Globo você mais quer ver?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook