Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

VIVIDO

Aos 72 anos, Tonico Pereira admite vício em sexo e tenta desconstruir machismo

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O ator veterano Tonico Pereira em vídeo publicado no Instagram

Tonico Pereira em vídeo publicado no Instagram; ator relatou gostar muito de sexo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 31/3/2021 - 9h44

Aos 72 anos, Tonico Pereira admitiu que é viciado em sexo e que está tentando desconstruir o machismo enraizado em si mesmo por causa da filha de 15 anos. "Estou querendo me regenerar. Porque machismo e racismo não se cura com literatura, mas com vivência absoluta de pé no chão", declarou o veterano.

Em entrevista ao jornal O Globo, Pereira refletiu sobre diversos assuntos e sobre a própria vida. "Gosto muito [de sexo]. Talvez o sexo seja um dos meus vícios mais fortes. Para mim, não é doença, é saudável", avaliou o ator, que está isolado com os filhos gêmeos de 15 anos, Antonio e Nina. 

"A convivência diária me trouxe descobertas maravilhosas. Tenho aprendido muito com eles em vários aspectos. Minha filha é uma feminista, progressista. Quero evitar a palavra 'esquerda', acho progressista é mais elegante e sapiente. Esse período está servindo para me regenerar da minha formação machista", contou ele. 

"Estou querendo me regenerar. Porque machismo e racismo não se cura com literatura, mas com vivência absoluta de pé no chão, o chão ardendo e a gente se modificando por força da nossa vivência. É o que me modifica e me faz ter agora uma autocrítica sobre o quanto eu ainda sou machista. Fico feliz com a oportunidade de conhecimento que minha filha está me dando diariamente", completou.

Questionado sobre quais comportamentos machistas a filha aponta, o intérprete de Abel na novela A Força do Querer (2017) elencou vários. "Sou muito verborrágico, falo coisas muito espontâneas. O que para mim pode ser uma piada, para ela, é uma ofensa fundamental. A gente tenta equalizar essa situação entre nós. Ela está me proporcionando esse tipo de descoberta que, para mim, era tácita", constatou o artista.

Pereira também atribuiu seu histórico machista à criação que recebeu de sua mãe e avó. "Tive duas mulheres muito fortes na minha vida: minha mãe e minha avó. As duas eram muito mais machistas que os maridos. Estou aprendendo com minha filha a não ser igual a elas", revelou. 

"Sempre fui muito brigão. Toda vez que eu brigava na rua e minha mãe estava perto, ela mandava eu brigar mais, dar mais porrada. Grande parte do meu machismo é uma herança maternal", confessou. 

Sobre quais erros já cometeu na vida, o veterano relembrou seus antigos trabalhos. "Eu não sabia o que era machismo, estou acordando agora. Às vezes, faço personagens completamente escrotos. E as pessoas julgam por essa escrotidão que é de personagem, mas é alimentada por mim. Erros com mulher foram vários. Acho que as mulheres deveriam, me matar", brincou.


Leia também

Web Stories

+
De Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a históriaDe série com Liniker a nova temporada de Elite: Confira os lançamentos da semanaBastidores de O Diabo Veste Prada tiveram atriz deprimida e look vetado, saiba maisJuliette, Zico e Anitta: Sete celebridades que viraram tatuagens de fãsOportunidade de brilhar: Cinco PCDs que atuaram na TV brasileira

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou da saída antecipada de Faustão da Globo?