Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

SEM DANO MORAL

Danilo Gentili vence batalha judicial contra enfermeiro que se ofendeu com piada

REPRODUÇÃO/SBT

Danilo Gentili conversando enquanto comanda o programa The Noite, do SBT

Apresentador do The Noite no SBT, Danilo Gentili enfrenta ações judiciais por piada com enfermeiros

VINÍCIUS ANDRADE e LI LACERDA

vinicius@noticiasdatv.com

Publicado em 31/3/2021 - 7h05

Alvo de diferentes ações judiciais por ter feito piada com enfermeiras nas redes sociais, Danilo Gentili conseguiu uma vitória parcial em um dos processos. O apresentador do The Noite, do SBT, foi inocentado na batalha judicial contra o enfermeiro Rodrigo Romão, diretor do Seesp (Sindicato dos Enfermeiros do Estado de São Paulo). O profissional de saúde se sentiu ofendido com publicações do humorista.

O Notícias da TV teve acesso à decisão do juiz Thiago Massao Cortizo Teraoka, da Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Mogi das Cruzes, na regiõa metropolitana de São Paulo. De acordo com o magistrado, Gentili "exagerou" e "escreveu besteira", mas isso não seria motivo suficiente para lesar a honra do enfermeiro.

Em 1º de dezembro do ano passado, o humorista usou o Twitter para fazer uma piada envolvendo a classe. "Vocês sabem se existe um asilo especializado onde as enfermeiras batem uma pros véios? Essa tem sido uma preocupação minha quando penso no futuro. Existe esse tipo de serviço?", escreveu ele, que passou a ser criticado nas redes sociais. Veja a publicação abaixo:

Rodrigo Romão reclamou da publicação e postou na rede social. "Não é a primeira vez que este cidadão, se assim podemos chamá-lo, faz piadas esdrúxulas com a nossa categoria. E neste momento tão difícil da nossa enfermagem, em que a maioria está na linha de frente, enfrentando e combatendo a pandemia da Covid-19, somos desrespeitados novamente por este 'cidadão'", ironizou o diretor sindical.

Além de enfermeiro de carreira e um dos representantes do Seesp, Romão já ocupou o cargo de vereador de Mogi das Cruzes durante dois anos, entre 2019 e 2020, e disputou eleições pelo PC do B (Partido Comunista do Brasil).

Gentili respondeu ao desafeto, mencionando a parte política. Na ocasião, em dezembro do ano passado, o profissional da saúde ainda ocupava uma cadeira na Câmara Municipal. "Enfermeiros eu respeito. Vereadores, não. E você é um vereador vagabundo. Vai trabalhar de verdade, seu merda...", disparou o comediante.

No entendimento da Justiça, a discussão pública entre os dois não era passível de dano moral por se tratar de duas figuras públicas, que trocaram provocações na web.

"O réu [Danilo Gentili] escreveu besteira e o autor [Rodrigo Romão], ideologicamente contrário ao réu, aproveitou para defender a sua categoria. Isso, é claro, à custa da imagem do réu. Isso não dá direito ao réu de xingar o autor. O réu exagerou, até porque o autor não publicou uma inverdade, mas um erro do réu. Porém, obviamente, o réu foi provocado", apontou o juiz Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Mogi das Cruzes.

"Nesse contexto, apesar do palavrão ('vagabundo' e 'merda'), difícil acreditar que houve lesão à honra do autor, político experimentado. A honra objetiva certamente não foi abalada, pois seus seguidores lhe defenderam. A honra subjetiva também não, pois certamente o autor está acostumado a embates bem mais difíceis do que uma discussão com alguém que sequer conhece pessoalmente", escreveu o magistrado Thiago Massao Cortizo Teraoka.

Procurado pela reportagem, Rodrigo Romão não quis se manifestar sobre o caso. A decisão em primeira instância é de 12 de março, mas a defesa do enfermeiro ainda pode entrar com recurso.

Piada de Danilo Gentili

Além do processo movido por Romão na Vara do Juizado Especial Cível e Criminal de Mogi das Cruzes, Gentili também está sendo processado pelo Seesp, sindicato dirigido pelo ex-vereador, por conta da piada sobre masturbação. A ação de danos morais no valor de R$ 41 mil corre na 42ª Vara Cível do Tribunal de Justiça de São Paulo desde 14 de dezembro.

Em comunicado oficial, a corporação classificou o apresentador como "humorista sem limites" por ofender os profissionais da saúde em publicação que "incentiva o assédio moral e sexual, ataca a imagem de mães, filhas, tias, esposas e namoradas que enfrentam o mercado de trabalho para sobreviver e muitas vezes são o arrimo da família".

Na ação, o sindicato pede "pagamento de indenização correspondente a 40 salários mínimos (R$ 41.800) a título de danos morais às enfermeiras". A entidade também exige retratação pública e retirada imediata da postagem no Twitter.

A assessoria do SBT encaminhou uma nota de Gentili que já havia sido enviada para a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, em 3 de dezembro, como defesa do humorista no caso. Leia o comunicado abaixo e na íntegra:

"Eu fiz esse comentário jocoso enquanto assistia à comédia italiana clássica Feios, Sujos e Malvados [1976], de Ettore Scola. A cena em questão era essa.

O Conselho Federal de Enfermagem me indiciou criminalmente por uma piada que fiz enquanto assistia a um filme de comédia. Aos leitores: acham mesmo proporcional isso tudo? Se uma piadinha de Twitter merece ser indiciada criminalmente, o que não fariam com o cineasta Ettore Scola, que filmou e eternizou tal cena cômica? Linchamento? Pena de morte?

Sinceramente eu lamento que, em plena pandemia, enquanto tantos profissionais de enfermagem arriscam suas vidas para salvar outras, um Conselho perca tempo debatendo piadinhas banais ao invés de mirar todos seus esforços em proteger os enfermeiros e enfermeiras que muitas vezes são obrigados a trabalhar sem os devidos equipamentos de proteção em diversas unidades de saúde de São Paulo e do Brasil. Mas cada órgão com as suas prioridades, não é mesmo?

Aliás, piadas à parte, deixo meus aplausos a esses heróis e heroínas que não se escondem atrás de mesinhas de sindicatos e conselhos e por isso não têm tempo de patrulhar piadinha de Twitter. Desejo dias melhores para nossos heróis da enfermagem. E também para nossos anti-heróis da comédia."


Leia também

Web Stories

+
Quem é Alanis Guillen? Conheça a Juma Marruá do remake de PantanalHarmonização facial e lente nos dentes: Veja antes e depois dos peões de A Fazenda 13Ex de Anitta e rei da pegação: Gui Araujo é o primeiro fazendeiro de A Fazenda 13Elenco, estreia e bastidores: Saiba tudo sobre o reboot de Um Maluco no PedaçoAgressão e barraco em festa clandestina: Veja histórico dos peões de A Fazenda 13

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou do elenco de A Fazenda 13?