Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

'ANGUSTIADA'

Adriane Galisteu sente desconforto ao gravar documentário sobre a própria vida

REPRODUÇÃO/RECORD

Adriane Galisteu em A Fazenda 15

Adriane Galisteu em A Fazenda 15; apresentadora terá documentário sobre a própria vida

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 4/6/2024 - 10h43

Adriane Galisteu terá um documentário sobre a própria vida. A apresentadora da Record mostrará uma versão sem filtro sua aos fãs que assinarem a plataforma Universal Plus, mas confessou que não está acostumada com uma câmera a seguindo 24 horas por dia. "Me dá desespero", revelou ela.

Em entrevista ao portal Leo Dias durante o leilão do Instituto Neymar Jr., Galisteu contou detalhes dos bastidores e confessou que, apesar de se sentir honrada, há uma certa angustia em ter sua vida documentada. 

"Universal Plus está chegando com conteúdo brasileiro. Estou muito feliz em ser a voz da plataforma no Brasil, e o primeiro conteúdo será o Barras Invisíveis. Eu já estou gravando a segunda temporada, estou superanimada, estou tão habituada com TV, foto, com ao vivo, mas não estou acostumada com câmera sem maquiagem, com essa coisa do dia a dia", afirmou a apresentadora.

"Me dá desespero, eu não sabia que ficaria tão angustiada com isso. Às vezes eu falo: 'Gente, fica mais longe, não tô legal…', mas a ideia é não estar legal", complementou.

Por ter experiência com reality show --ela tem A Fazenda e Power Couple em seu currículo de apresentadora--, Adriane conhece de perto as dificuldades de ter suas vulnerabilidades expostas ao público. "É documentar o dia a dia, a vida, eu procuro ser o máximo profissional possível, mas reality eu garanto, não é fácil, sou apresentadora de reality, mas tem momento que, quando você vê, já foi e não era pra ter ido", finalizou ela.

O documentário que acompanha Adriane Galisteu está previsto para estrear em 23 de agosto no streaming da Universal, produtora de TV norte-americana.

Série sobre Ayrton Senna

Um dos motivos que ascendeu Galisteu à fama foi seu relacionamento com o piloto Ayrton Senna (1960-1994), mas a apresentadora terá sua presença reduzida na série ficcional sobre o herói da Fórmula 1.

A exigência partiu da própria família do piloto, que ignora a apresentadora desde a morte dele, que completou 30 anos em maio.

Na verdade, o impasse sobre a presença de Adriane Galisteu quase fez a Netflix desistir da série. A demora para começar a produzir o projeto aconteceu exatamente por essa questão.

Viviane Senna, presidente do instituto que leva o nome do irmão e representa os interesses da família, não queria de jeito nenhum que houvesse menções à apresentadora da Record.

Os executivos da gigante do streaming, no entanto, peitaram a empresária e chegaram a desistir da ideia de fazer a série. Os argumentos eram plausíveis: não haveria como contar a história do piloto sem mencionar a ex-modelo, que esteve ao lado de Senna nos 18 meses finais da vida dele.


Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.