Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

ESTREIA EM JANEIRO

Tudo o que sabemos sobre o Big Brother Brasil 20 após as pistas de Boninho

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O diretor J.B. Oliveira, o Boninho, e Tiago Leifert, que se preparam para o Big Brother Brasil 20

J.B. Oliveira (à esq.), o Boninho, e Tiago Leifert: o chefão e o apresentador do Big Brother Brasil 20

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 5/11/2019 - 4h13

Após uma edição decepcionante do Big Brother Brasil em 2019, J.B. Oliveira, o Boninho, começou a dar pistas sobre o próximo ano do reality bem antes do normal. Desde junho, o diretor de gênero da Globo movimenta suas redes sociais na tentativa de criar uma expectativa para o que vai rolar a partir de janeiro, quando estreia a vigésima temporada.

Duas publicações foram as que mais geraram teorias até agora. A primeira, postada dois meses depois do BBB19, era uma imagem com os números "50/50" e a legenda "Vem aí o BBB20! Parece que foi ontem que começamos essa loucura. E comemorando esse número, vamos começar a dar dicas do que vai ser", avisou.

A outra foi feita em 1º de novembro e era um pouco menos enigmática. O chefão do reality publicou uma foto com uma casa separada por pedestais com organizadores de filas. De um lado, um espaço confortável de dois andares, com mesas, cadeiras e televisão; do outro, apenas um balde cheio de pipocas.

"Então, você é pipoca ou camarote no BBB20???", questionou o marido da apresentadora e atriz Ana Furtado na legenda da imagem.

Uma das hipóteses levantadas pelos internautas é de uma edição com metade de ex-participantes e metade de novos brothers. Mas Boninho negou a especulação em resposta a um seguidor no Instagram. "Ex[-BBB] já rolou, vem novidade", prometeu.

De fato, duas edições anteriores do reality show contaram com ex-participantes: no BBB10, foram cinco ex-confinados, inclusive Marcelo Dourado, eventual campeão da temporada; no BBB13, seis confinados já tinham estado na casa em outros anos, dois deles (Kleber Bambam e Dhomini Fontes) vencedores de suas edições.

Quando se trata de divulgação de Big Brother Brasil, Boninho também é um jogador. A frequência de uso das suas redes sociais aumenta conforme a data de estreia do reality se aproxima. O diretor sabe a importância de gerar notícias, expectativa e repercussão para um programa que completará 20 temporadas. Velho conhecido no Twitter, ele passou a usar um perfil aberto do Instagram em junho deste ano.

Ao criar a divisão entre "camarote" e "pipoca" no seu post mais recente, o diretor de gênero da Globo fez as pessoas criarem outra teoria: a de que a casa será separada entre anônimos e famosos (ou subcelebridades). Fãs de ex-participantes de realities, como A Fazenda e De Férias com o Ex, invadiram os comentários de Boninho para pedir que queridinhos entrem na próxima temporada.

Apesar de prometer novidades, o chefão do BBB também pretende resgatar momentos que deram certo em outras edições. Em 13 de julho, ele publicou foto de participantes dentro de um carro. "A primeira prova do BBB foi de resistência num Fiat. Estamos virando o BBB20. Hora de celebrar essa maratona. Que prova podemos repetir? Quais foram as mais divertidas?", perguntou. Veja abaixo:


Decepção com o BBB19

Boninho sempre foi uma referência no tema BBB. Dirigiu o programa desde a primeira edição até 2015, quando assumiu um cargo mais importante, o de diretor de gênero da Globo, responsável por mais de meia dúzia de atrações. Nos últimos anos, ele se afastou do dia a dia de seu maior sucesso. Mas, conforme o Notícias da TV antecipou em junho, decidiu retomar as rédeas para a próxima temporada.

A 19ª edição do BBB foi marcada por polêmicas e por duas expulsões, mas isso não foi o suficiente para manter a repercussão e o ibope. Na Grande São Paulo, marcou 20,3 pontos, a pior de sua história. No ano anterior, a média tinha sido de 25,8.

O executivo da Globo não gostou das críticas e considerou decepcionante a audiência do Big Brother Brasil. Por isso, ele decidiu participar efetivamente desde o estágio inicial de preparação para o BBB20 com o diretor-geral do programa, Rodrigo Dourado. Tiago Leifert seguirá na apresentação.

Apesar do mistério sobre a divisão na casa, é certo que a participação de anônimos será mantida. Foram realizadas seletivas em Goiânia, Campo Grande, Fortaleza, Recife, Curitiba, Porto Alegre, Belém, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. A expectativa é fugir de um elenco de "plantas", um dos problemas da última edição.

O próprio Boninho respondeu uma seguidora que criticou participantes com esse perfil. "As pessoas se comportam lá dentro como se estivessem de férias. Não geram conteúdo. Esses meses lá dentro podem definir o futuro aqui fora. Chega a dar raiva quando os selecionados em meio a tanta gente se acomodam lá dentro", reclamou Thais Garibaldi. "É o ser humano. Difícil de entender", rebateu o diretor.

O BBB20 está previsto para estrear em 21 de janeiro.

Últimas de BBB20

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?