Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

CASO DE POLÍCIA

MP pede abertura de inquérito para investigar apologia à zoofilia no BBB20

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Mari Gonzalez e Felipe Prior à beira da piscina do BBB20

Mari Gonzalez e Felipe Prior à beira da piscina do BBB20, enquanto falavam sobre casos de zoofilia

GABRIEL PERLINE

Publicado em 4/2/2020 - 20h17
Atualizado em 4/2/2020 - 20h27

O Ministério Público do Rio de Janeiro pediu nesta terça-feira (4) a abertura de um inquérito policial em caráter de urgência para investigar as falas de Mari Gonzalez e Felipe Prior no Big Brother Brasil 20 a respeito de zoofilia. O órgão encaminhou a demanda ao 32º DP (Taquara), do Rio, que irá analisar se houve apologia ao crime contra os animais.

"A 19ª Promotoria de Investigação Penal, da 1ª Central de inquéritos no MP-RJ, recebeu hoje [terça] a ouvidoria pertinente ao assunto zoofilia e encaminhou para a 32ª DP para instauração de Inquérito Policial, com a máxima urgência", disse o MP-RJ em nota enviada ao Notícias da TV.

Em 26 de janeiro, a ex-panicat e o arquiteto revoltaram os internautas enquanto falavam sobre fetiches sexuais. No desdobramento da conversa, eles citaram pessoas que fazem sexo com animais. Prior disse que muitos de seus funcionários já praticaram o ato. "É anormal para gente. Mas é normal para a pessoa e tudo bem também se a pessoa quer comer [transar com] um animal", minimizou Mari.

Assim que o vídeo com a conversa dos BBBs viralizou nas redes sociais, a hashtag #ZoofiliaÉCrime ficou entre os assuntos mais comentados no Twitter.

"Tem gente que tem muito, que fica excitado mesmo. Tem gente que transa com animal", começou a influenciadora digital. "Os peões da obra falam que tudo no Nordeste, na época, mandava pau", respondeu Felipe.

"Ele usa camisinha?", questionou a blogueira. "Usa nada. O pessoal tudo fala [na obra]: 'Quem aí nunca deu um talento em uma cabrinha?' Os caras falam que a cabrinha até grita o nome", afirmou o arquiteto.

Jonas Sulzbach, namorado de Mari, tentou defendê-la e disse que as pessoas entenderam errado as falas da ex-panicat. Aos prantos, ele comentou que a conversa dentro do BBB20 fez com que ele recebesse ameaças na web.

"É muita injustiça isso que estão fazendo com a Mari, é uma falta de interpretação. A Mari falou, ela deixou muito claro que não é má. Para a gente é anormal, mas tem gente que acha isso normal, e para essas pessoas está tudo bem, tá mara! (...) Parem de incitar o ódio, parem!", disse o ex-BBB no Instagram.

"Depois que saiu a porra desse vídeo, eu não tenho mais vida e eu sei que a minha mulher não falou aquilo, ela não quis dizer isso que vocês estão entendendo". No vídeo de dois minutos, Jonas reforça que ele e Mari amam animais e que a sister se expressa de uma maneira particular.

Ao Notícias da TV, a protetora animal Luisa Mell disse ter se espantado com a naturalidade dos brothers ao comentar o assunto e cobrou um posicionamento da Globo sobre as falas.

"Eu não acreditei quando vi. É algo assustador. Essa não é a primeira vez que participantes do programa falam sobre isso com naturalidade, como se fosse algo normal. Isso nunca será normal, porque estuprar animal é crime", disse Luisa.

Assista ao trecho da conversa de Mari Gonzalez e Felipe Prior:

Últimas de BBB20

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?