Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Vice-liderança

SBT tem o melhor março em dez anos e vence Record pelo quarto mês

Eduardo Nones/SBT

O humorista Marlei Cevada, que faz a Nina, com Carlos Alberto de Nóbrega em A Praça - Eduardo Nones/SBT

O humorista Marlei Cevada, que faz a Nina, com Carlos Alberto de Nóbrega em A Praça

REDAÇÃO

Publicado em 6/4/2016 - 4h57

O SBT teve no mês passado o melhor março dos últimos dez anos. A emissora registrou média diária de 5,4 pontos no Painel Nacional de Televisão (PNT), o Ibope nacional, marca que não alcançava desde os 6,0 pontos de março de 2006. E, pelo quarto mês consecutivo, a rede de Silvio Santos superou a Record nas 24 horas do dia em todo o país. O SBT bate a concorrente com novelas mexicanas, à tarde, com sua linha de shows noturna (na maioria dos dias) e na madrugada. 

Terceira colocada, a Record encerrou março com média nacional de 5,0 pontos. A Globo liderou com 14. De cada cem televisores ligados no país, 37 estiveram sintonizados na Globo, 14 no SBT e 13 na Record.

O SBT venceu a Record também no horário nobre (das 18h às 24h), o mais valorizado pelos anunciantes. Teve 8,1 pontos de média no PNT, contra 7,7 da rede de Edir Macedo. Esse cenário tende a mudar em abril, com a estreia de Os Dez Mandamentos - Nova Temporada.

Entre os programas que mais se destacaram estão A Praça É Nossa. O humorístico comandado por Carlos Alberto de Nóbrega teve média mensal de 8,9 pontos, audiência 84% superior à da Record (4,9). Na edição do dia 24, o programa venceu a Globo por 10,0 a 9,8.

Outro destaque do SBT foi o dominical Conexão Repórter, que fechou o mês com 5,3 pontos de média no PNT, 66% a mais que a Record (3,2). Máquina da Fama (4,9 a 4,0) e Programa do Ratinho (7,3 a 6,4) também foram vice-líderes.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.