Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

'LARISSINHA' CHEIROSA

Perfume genital: Nova empreitada de Anitta é segura para saúde da mulher?

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Anitta de top rosa e cabelo solto

Anitta em foto publicada nas redes sociais; cantora lançará perfume para a região íntima

PAOLA ZANON

paola@noticiasdatv.com

Publicado em 30/7/2022 - 6h15

Anitta anunciou nesta semana sua mais nova ideia como empresária: Puzzy, um perfume genital que custará entre R$ 70 e R$ 100 e poderá ser encontrado facilmente em farmácias. O produto, no entanto, não tem uso aconselhado por especialistas porque pode ser prejudicial para a saúde íntima das mulheres.

"O cheiro natural da vagina não tem que ser considerado um cheiro ruim. Para que mudar o cheiro de uma coisa que cheira assim? Se você tem um odor desagradável, ao usar o desodorante ou perfume, você vai mascarar. E às vezes são [sintomas de] doenças que a gente precisa tratar", explica a ginecologista e obstetra Karen Rocha De Pauw, em conversa com o Notícias da TV.

Além de mascarar possíveis infecções, por ser um produto aromático, o desodorante ou perfume íntimo pode fazer com que a mulher desenvolva algum tipo de alergia ou doenças como candidíase, vaginose e até mesmo úlceras. "Nenhum produto aromático é seguro para a região íntima", afirma a especialista.

Algumas vezes, no entanto, o cheiro incômodo pode ser apenas suor. Nesses casos, o recomendado é que se use um desodorante. "A gente não gosta muito do cheiro do suor na virilha, então pode usar um desodorante na virilha, por causa do suor. Seria um antiperspirante", aconselha Karen.

"Tem que ter muito cuidado com essa coisa de perfume na região íntima. A pessoa que tem um cheiro normal pode ter a [falsa] sensação de que está fedida. E aí, na cabeça dela, ela nunca vai conseguir ficar com cheiro agradável. É até uma questão de autoestima", alerta a médica.

"Falar que precisa de um perfume para a região íntima é falar que a gente está fedida. Está fedida por quê? É uma infecção? Tem que tratar, não tem que passar perfume", argumenta Karen, ao defender o cheiro natural da vagina. "Só falta agora criar um desodorante para a região anal e não querer que cocô tenha cheiro de cocô", ironiza ela.

TUDO SOBRE

Anitta

Saúde


Leia também

Enquete

Qual o personagem mais chato de Pantanal?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.