Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

REJEIÇÃO

Kerline é racista? Saiba por que o choro de Lucas no BBB21 tem a ver com negritude

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Nego Di consola Lucas Penteado após a primeira festa do BBB21

Nego Di consola Lucas Penteado após a primeira festa do BBB21; ator levou 'falsa' cantada

ODARA GALLO

odara@noticiasdatv.com

Publicado em 30/1/2021 - 7h05

Era só para ser uma brincadeira na festa para promover o primeiro beijo do Big Brother Brasil 21, mas virou uma treta que varou a noite e invadiu o dia seguinte. Na quinta-feira (28), Lucas Penteado ficou magoado quando Kerline Cardosofingiu interesse por ele, mas depois pulou fora. A DR que veio depois e o choro sentido do ator foram apontados por muitos como drama, exagero regado a álcool, e até falta de maturidade por ouvir um "não" na balada. Mas o sofrimento dele tem, sim, a ver com a estrutura racista e a posição do negro na sociedade.

É claro que não dá para tomar a frente e falar das dores de Lucas com propriedade enquanto ele está confinado, mas estudos sobre relacionamento interraciais ajudam a ter uma ideia do que está por trás desse sentimento. O brother chegou a falar durante uma crise de choro, enquanto era consolado por Nego Di, que nunca havia despertado interesse em uma mulher branca, e que isso o fez se sentir bem antes de descobrir que não era real.

"Foi verificado em alguns estudos por [Franz] Fanon [1925-1961] que o racismo nas sociedades colonizadas acontece porque é consentida uma ideia de que o homem natural, a pessoa, o humano, seria o homem branco. Esse seria o padrão, e o que está fora não é tratado com respeito, dignidade. Então o homem negro não era visto como pessoa, e ainda ficam esses resquícios hoje", explica a psicóloga Grazielli Pereira Chaves, graduada na PUC-SP e cocriadora do projeto Escutando Elas, citando o psiquiatra e filósofo francês que estudou a psicopatologia da colonização e suas consequências.

Como a sociedade ainda carrega a cultura racista, a associação da branquitude como algo "normal" e "superior" poed fazer com que o elogio ou interesse de uma mulher branca tenha um impacto grande para um homem negro. "Nessa busca de se aproximar da branquitude, o homem negro pode entender o afeto de uma pessoa branca como um sentimento de ascensão, de estar evoluindo", pontua Grazielli.

"Nesse caso, entra o racismo trazendo todos esses sofrimentos. De que a pessoa negra vive buscando se igualar, se aproximar do ser humano, com a ideia encoberta de que ser humano é ser branco. Quando a gente coloca esse padrão como natural, parece que é possível chegar até ele, só que não é, porque a questão da branquitude está na cor da pele, que a gente não muda. Então, quem não é branco, dentro desta lógica, fica estagnado num patamar inferior", complementa a psicóloga.

O próprio perfil de Lucas no Twitter fez alguns posts para explicar o caso da perspectiva racial. Confira:

O machismo, sempre ele...

Além do recorte racial, o de gênero também pode ser usado para entender por que uma brincadeira se transformou em choro e briga na primeira festa do BBB21. "Existe socialmente essa construção de que a mulher é tida como objeto, demonstra status, então, quando há a rejeição, é como se a mulher tivesse diminuído o homem", explica Grazielli. 

"É uma questão histórica, cultural e também depende da história da pessoa pra isso ser mais profundo ou não. Assim como a questão racial, deixa o vazio da busca de reconhecimento, de afirmação, da busca em ser uma pessoa respeitável, amável, bonita [através do olhar do outro]", complementa.

A dificuldade em lidar com a rejeição, explica a psicóloga, pode ter a ver com a maneira como a pessoa se vê no mundo e gostaria de ser visto, gerando a necessidade da aceitação do outro. "Quando a gente está nessa situação, tem um vazio, uma falta de conexão, de autoconhecimento, então a rejeição pode doer muito", afirma.


Leia também

Web Stories

+
42 anos depois: Por onde anda o elenco da novela Pai Herói?A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do reality

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?