- JOÃO COTTA/TV GLOBO

Isis Valverde

Isis Nable Valverde nasceu na pequena cidade mineira de Aiuruoca, em 17 de fevereiro de 1987. Filha única do bioquímico Rubens Valverde e da ex-atriz e advogada Rosalba Nable, Isis teve seu primeiro contato com a arte através de sua mãe, que comandava um grupo de teatro na cidade.

A garota sempre acompanhava os espetáculos e chegou a fazer algumas participações. Mas, quando ela tinha 10 anos a companhia acabou e a mãe abandonou a atividade por exigência do marido, que não via com bons olhos a profissão de atriz.

Aos 15 anos Isis mudou-se para Belo Horizonte e, passeando em um shopping, foi abordada pelo olheiro de uma agência que a convidou para fotografar. A adolescente começou a trabalhar como modelo e fazer campanhas publicitárias. Com o dinheiro dos cachês ela pagava seus cursos de teatro, já que sonhava em ser atriz.

Antes de completar 18 anos ela resolveu se mudar para o Rio de Janeiro para seguir a carreira artística. O pai da moça foi contra, queria que a filha fosse médica e tivesse uma carreira mais estável. “Falei que ia ser atriz e ele disse que eu teria um ano pra conseguir me manter sozinha. Eu só tinha 17 anos, fiquei revoltada”, contou Isis em entrevista à Rolling Stones em 2017.

No Rio ela seguiu fazendo cursos de teatro e fez vários testes para entrar na televisão. Em 2005 participou da seleção de elenco para a novela Belíssima e disputou o papel de Giovana com Paola Oliveira, que levou a melhor e ficou coma personagem. Mas em 2006 chegou a vez da menina do interior de Minas Gerais. Isis estreou na telinha como a misteriosa Ana do Véu, no remake de Sinhá Moça.

Depois de uma breve participação em Paraíso Tropical, a atriz teve um papel de destaque na novela Beleza Pura (2008), a espevitada manicure Rakelli, que sonhava em ser dançarina do Caldeirão do Huck. Cheia de carisma e talento, a atriz recebeu vários prêmios por essa personagem. No ano seguinte Isis integrou o elenco de Caminho das Índias e interpretou Camila, jovem brasileira que se apaixonou pelo indiano Ravi e mudou de vida por essa paixão.

Na segunda versão de TiTiTi, exibida pela Globo em 2010, Isis teve um papel de destaque e foi a jovem Marcela. Em Avenida Brasil (2012), a atriz fez o maior sucesso como a assanhada maria-chuteira Suellen, que dava em cima dos homens e acabou a trama com dois namorados, Leandro (Thiago Martins) e Roni (Daniel Rocha). Suellen caiu no gosto do público e Isis teve seu trabalho reconhecido de vez.

A atriz caiu nas graças da direção da Globo e dos telespectadores e, em 2013 estrelou a minissérie O Canto da Sereia, baseada no livro de Nelson Motta. Na trama ela era uma famosa cantora de axé, assassinada no trio elétrico em pleno carnaval de Salvador. No ano seguinte a atriz estava novamente em cena na minissérie dramática Amores Roubados em que fez a “patricinha” Antônia, par romântico de Cauã Reymond (Leandro). 

Em 2014 Isis fez a terceira protagonista seguida, dessa vez em uma trama das 18h. Em Boogie Oogie, ambientada nos anos 70, ela foi a romântica e batalhadora Sandra. Depois desse trabalho a atriz ficou quase três anos longe da TV, para descansar a imagem, estudar e fazer cinema. A volta aconteceu em grande estilo, como a sensual Ritinha, em A Força do Querer. Mais uma vez ela conquistou o Brasil como a espontânea menina de Belém que sonhava em ser sereia.

Cinema 
Isis Valverde estreou no cinema em 2013, no longa Faroeste Caboclo, inspirado na música da banda Legião Urbana. A atriz foi Maria Lúcia e contracenou com Fabrício Boliveira (João de Santo Cristo). O filme foi sucesso de bilheteria naquele ano. Em 2017 ela protagonizou a comédia romântica Amor.com e o regional Malasartes e o Duelo com a Morte, que também virou minissérie na Globo.

A parceria com Fabrício Boliveira voltou a ser repetida em Simonal, produção que conta a história do cantor e compositor Wilson Simonal e que será lançado em 2019.

Vida Pessoal  
Casada atualmente com o modelo André Resende (com quem namorava desde 2016) e mãe de Rael, que nasceu em novembro de 2018, Isis já teve uma vida amorosa bastante agitada.

Em 2006, quando surgiu na televisão como a Ana do Véu em Sinhá moça, ela teve um breve romance com Ricardo Tozzi. Em 2007 a atriz namorou Malvino Salvador, mas a relação durou apenas cinco meses.

Durante as gravações de Beleza Pura, em 2008, a morena se envolveu com Marcelo Faria, que fazia seu par romântico na trama. Os dois ficaram juntos por cerca de um ano. Em 2010 a artista engatou uma relação com o empresário Luiz Felipe Reif, de quem até ficou noiva. Naquele mesmo ano Isis teve um namoro curto com Caio Castro, seu par em TiTiTi.

Em 2011 a atriz começou a namorar o músico Tom Rezende. Eles ficaram juntos por quase dois anos e o rompimento aconteceu no final de 2013, justamente quando Isis foi apontada como pivô da separação de Cauã Reymond e Grazi Massafera. Os dois sempre negaram, mas comentário geral foi que tiveram um caso durante as gravações da minissérie Amores Roubados.

No início de 2014 Isis Valverde levou um tremendo susto após sofrer um grave acidente de carro no Rio de Janeiro. A atriz estava acompanhada por uma prima e um amigo quando o veículo capotou. A artista sofreu uma fratura na primeira vértebra da coluna cervical e por pouco não ficou tetraplégica. A recuperação foi demorada e ela precisou usar colete e colar cervical e se recuperou sem sequelas.

Trabalhos na TV 
Sinhá Moça (2006) – Ana do Véu
Paraíso Tropical (2007) – Telminha (participação)
Beleza Pura (2008) – Rakelli
Caminho das Índias (2009) – Camila
Ti Ti Ti (2010) – Marcela
Avenida Brasil (2012) – Suelen
O Canto da Sereia (2013) – Sereia
Amores Roubados (2014) – Antonia
Boogie Oogie (2014) – Sandra
A Força do Querer (2017) – Ritinha

Personagens

Galeria de fotos de Isis Valverde

Últimas notícias de Isis Valverde

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook