Demitidos

De SBT a ESPN: Relembre quem passou pelo RH das emissoras em 2017

Divulgação Globo/Reprodução Youtube

Carolina Ferraz, dispensada pela Globo, e Moacyr Franco, demitido do SBT em 2017 - Divulgação Globo/Reprodução Youtube

Carolina Ferraz, dispensada pela Globo, e Moacyr Franco, demitido do SBT em 2017

REDAÇÃO - Publicado em 21/12/2017, às 06h39

Os departamentos de recursos humanos das emissoras de TV aberta e dos canais de TV paga tiveram bastante movimento em 2017. Vários profissionais, alguns com décadas de experiência na televisão, foram demitidos ou não tiveram seus contratos renovados pelas empresas. Em um ano em que minorias se posicionaram contra o preconceito na mídia, atos de racismo também geraram demissão na TV.

Foram os casos de Alê Oliveira, que saiu da ESPN após ser acusado de discriminar uma maquiadora, e de Marcão do Povo, apresentador que chamou a cantora Ludmilla de "macaca" no Balanço Geral do Distrito Federal e foi demitido da Record. Poucas semanas depois, no entanto, ele foi contratado pelo SBT.

A emissora de Silvio Santos, aliás, não teve piedade de vários artistas de seu elenco. Silvio Santos disse na festa de fim de ano do SBT que suas empresas tiveram prejuízo de R$ 400 milhões nos últimos anos e que preferiu demitir 150 profissionais, somente em novembro, a fechar os estúdios. Entre os dispensados, estão Moacyr Franco, Carlinhos Aguiar e os jovens atores de novelas infantiso.

Relembre os profissionais que passaram pelo RH das emissoras em 2017:

reprodução/sbt

Moacyr Franco interpretou o personagem Jeca Gay no humorístico A Praga É Nossa, do SBT

Moacyr Franco
Aos 81 anos, Moacyr Franco foi demitido do elenco de A Praça É Nossa em 21 de novembro. O comediante passou 20 anos no SBT e gravou um vídeo no qual falou sobre sua saída (justificada por corte de custos) e sobre seu salário.

"Estranhei um pouquinho porque meu salário era tão insignificante. Não tem nem como aceitar a brincadeira de que meu salário comprometia o dos colegas. Eu ganhava R$ 40 mil no SBT", disse. Sem o trabalho na TV, Franco continuará a fazer shows de comédia pelo país.

reprodução/record

Andressa Urach no último quadro que apresentou no Domingo Show, em 22 de janeiro

Andressa Urach
Ex-A Fazenda, Andressa Urach foi demitida do cargo de repórter do Domingo Show, na Record, no início de fevereiro. Após quase morrer por complicações de uma aplicação de hidrogel na perna, ela virou evangélica e passou a ser vista como um exemplo de regeneração pela Record.

O quadro dela era de entrevistas com artistas que também superaram problemas de saúde, mas as histórias se esgotaram e ela foi dispensada. Andressa não emplacou mais programas na TV, mas continua fiel à Igreja Universal.

reprodução/ESPN

O comentarista Alê Oliveira, que participava do Bate Bola Debate, saiu da ESPN em agosto

Alê Oliveira
O comentarista esportivo Alê Oliveira teve seu contrato com a ESPN rescindido em agosto. Ele foi acusado de ter proferido ofensas racistas contra uma maquiadora, e a polêmica do caso deu origem à saída do profissional.

O canal confirmou a briga entre Alê e a maquiadora, mas negou que ele tenha agido de forma racista. Pouco mais de uma semana depois, o profissional já estava empregado novamente: foi contratado como comentarista do Esporte Interativo.

reprodução/sbt

Carlinhos Aguiar pediu seu emprego de volta para o patrão Silvio Santos, mas não foi atendido

Carlinhos Aguiar
Após 37 anos de carreira como jurado e comediante no SBT, Carlinhos Aguiar foi informado pela direção da emissora sobre sua demissão em 13 de novembro. Ele fazia parte do elenco do Jogo dos Pontinhos, no Programa Silvio Santos, e chegou a acusar Mara Maravilha de puxar seu tapete para ficar com seu lugar na atração.

Aguiar tentou pedir o emprego de volta para Silvio Santos, mas foi ignorado pelo ex-patrão. A justificativa da demissão foi corte de despesas. Com a mulher doente em casa, ele ainda busca recolocação no mercado.

divulgação/globo

A atriz Carolina Ferraz no lançamento de Haja Coração (2016), última novela que fez na Globo

Carolina Ferraz
Atriz com 25 anos de carreira na Globo, Carolina Ferraz não teve seu contrato renovado e foi dispensada do primeiro escalão do elenco da emissora em agosto deste ano.

Em entrevista ao Programa do Porchat, ela disse ter saído da empresa "tranquila", mas logo depois deu início a um processo contra a Globo, no qual pede indenização por direitos trabalhistas que alega não ter recebido. Por esse motivo, Carolina está banida da emissora  e não deve voltar a atuar em suas produções tão cedo.

divulgação/sbt

Joyce Ribeiro e Patrícia Rocha, apresentadoras demitidas do SBT em janeiro deste ano

Joyce Ribeiro e Patrícia Rocha
No começo do ano o SBT já havia começado a demitir profissionais alegando corte de despesas. As jornalistas Joyce Ribeiro e Patrícia Rocha foram dispensadas em janeiro, junto com os diretores de marketing e de vendas. Patrícia era garota do tempo, e Joyce comandava o SBT Notícias após perder a vaga no Primeiro Impacto para Dudu Camargo.

Patrícia hoje é âncora da BandNews, e Joyce atua como palestrante de direitos humanos e mestre de cerimônias.

reprodução/record

Marcão do Povo quando ainda era apresentador do Balanço Geral; ele foi demitido em janeiro

Marcão do Povo
Ao apresentar uma edição do Balanço Geral DF, Marcão do Povo chamou a cantora Ludmilla de "macaca" e depois afirmou que o termo era comum e nada pejorativo no Centro-Oeste. A desculpa não colou, e ele foi demitido da Record em 18 de janeiro. "A emissora repudia qualquer ato dessa natureza e afirma que este tipo de conduta não está na linha editorial de nosso jornalismo", dizia o comunicado oficial.

O SBT, no entanto, aproveitou a popularidade e a controvérsia do apresentador e o contratou em fevereiro. Desde então, Marcão do Povo comanda o Primeiro Impacto juntamente com Dudu Camargo.

antonio chahestian/recordtv

Matheus Ueda e Jean Paulo Campos no Programa do Porchat após a dispensa do SBT

Jean Paulo Campos e Matheus Ueda
Jean Paulo Campos e Matheus Ueda, que estrearam no SBT em Carrossel (2012), descobriram que seriam dispensados da emissora em novembro. Campos ainda está no ar em Carinha de Anjo, e boa parte do elenco, incluindo a protagonista Lorena Queiroz, também foi demitido da emissora por motivos de corte de despesas. Os garotos lançaram livros, continuam estudando teatro e esperam ter novas oportunidades de trabalho em 2018.

divulgação/globo

O apresentador Luís Ernesto Lacombe durante a cobertura da Olimpíada do Rio de Janeiro

Luís Ernesto Lacombe
Após 20 anos de trabalho na Globo, Luís Ernesto Lacombe não teve seu contrato renovado e foi dispensado da emissora em 31 de maio. Com destaque no jornalismo esportivo, ele participou de coberturas importantes, como da Olimpíada de 2016 e da tragédia da Chapecoense.

Menos de quatro meses após a dispensa, Lacombe foi contratado pela Band como apresentador do Exathlon Brasil, reality show em que equipes disputam provas de atividades físicas, gravado na República Dominicana.

reprodução/instagram

A apresentadora Vanessa Riche quando ainda trabalhava para o canal SporTV, em setembro

Vanessa Riche
Após 18 anos de trabalho no Sportv, Vanessa Riche, apresentadora do Sportv News, fez parte de uma iniciativa da Globo de mandar embora cerca de 60 pessoas da área de esportes, em outubro.

Além dela, foram demitidos profissionais como Cesar Seabra, então diretor regional de esportes, e Luciana Ávila, ex-apresentadora do Esporte Espetacular e repórter. A justificativa da Globo para os cortes foi reestruturação e unificação de suas redações.

 

 

Enquete

Com quem Clara deve terminar O Outro Lado do Paraíso?
Com Patrick. Eles parecem irmãos, mas são ótimos detetives.
0.00%
Com Gael. Um tapinha não dói.
0.00%
Com Renato. No fundo, eles têm o mesmo veneno.
0.00%
Sozinha. Já está há dez anos na seca mesmo.
0.00%

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook