Oscar da TV

Netflix dá truque e Unbreakable concorre ao Emmy duas vezes pela mesma temporada

Divulgação/Netflix

Ellie Kemper na quarta temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt; comédia briga por vaga no Emmy - Divulgação/Netflix

Ellie Kemper na quarta temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt; comédia briga por vaga no Emmy

JOÃO DA PAZ - Publicado em 07/06/2018, às 04h59

A Netflix usou uma brecha no regulamento do Emmy para inscrever a quarta temporada de Unbreakable Kimmy Schmidt em duas cerimônias consecutivas do Oscar da TV. Com o lançamento de seis episódios em 30 de maio, 24 horas antes do encerramento do prazo de inscrição no Emmy, a comédia está elegível para a premiação deste ano.

Já a segunda metade da quarta temporada, programada para estar disponível na plataforma de streaming em janeiro, estará apta a ser indicada ao Emmy de 2019. O truque da Netflix vem de uma interpretação do item 14c das regras de Critério de Elegibilidade da premiação.

A tática já foi usada outras vezes, pela HBO com The Sopranos (1999-2007) e pelo canal AMC com Mad Men (2007-2015). Ambas as séries concorreram duas vezes pelas respectivas temporadas derradeiras. O quarto ano também marcará a despedida de Unbreakable Kimmy Schmidt.

A Academia de Televisão norte-americana, que organiza o Emmy, determina que uma série (temporada) tem de ir ao ar entre os dias 1º de junho de 2017 e 31 de maio de 2018 para disputar as estatuetas neste ano. Caso uma série esteja no ar durante o mês de maio, por exemplo, ela só pode concorrer se tiver exibido ao menos seis episódios antes do prazo final.

Esse é o caso de Unbreakable, que narra as aventuras da ingênua Kimmy Schmidt (Ellie Kemper) em Nova York, após ser libertada de uma seita que a manteve em um abrigo debaixo da terra durante 15 anos.

Muito elogiada pela crítica, a comédia da Netflix nunca ganhou um Emmy sequer, mas recebeu 16 indicações pelas três primeiras temporadas. Nos prêmios técnicos, marcou presença nas categorias de dublê e escalação de elenco. E, na noite principal do Emmy, disputou todos os anos como melhor comédia e teve indicações para atriz protagonista (Ellie Kemper) e ator coadjuvante (Tituss Burgess).

Neste ano, são boas as probabilidades de Unbreakable voltar a disputar o Emmy de melhor comédia. Porém, as chances de ganhar são pequenas, pois a atual vencedora do Globo de Ouro, The Marvelous Mrs. Maisel (Amazon), é a franca favorita.

Os indicados à 70ª edição do Emmy serão conhecidos em 12 de julho. A cerimônia de entrega das estatuetas do Oscar da TV vai ao ar em 17 de setembro.

Divulgação/Amazon

Rachel Brosnahan em The Marvelous Mrs. Maisel; atriz e comédia ganharam o Globo de Ouro

Fora do Emmy
O favoritismo de Mrs. Maisel, série sobre uma ex-dondoca que se separa do marido e vira uma comediante de stand-up na Nova York dos anos 1950, é evidente porque Veep está de fora da disputa. A atração da HBO, vencedora dos últimos três Emmys de melhor comédia, não concorre neste ano devido ao atraso das gravações da sétima (e última) temporada.

Onze dias após do Emmy do ano passado, a protagonista da série, Julia Louis-Dreyfus, revelou que estava com câncer de mama. Ela passou por uma quimioterapia em janeiro e por uma cirurgia no mês seguinte. A expectativa é que a última leva de episódios comece a ser produzida a partir de agosto, com lançamento provável para o começo do ano que vem.

Entre as séries dramáticas, haverá duas vagas para novos ou antigos postulantes na categoria principal. Better Call Saul, que somente no ano passado foi indicada oito vezes, estará de fora porque a quarta temporada só irá estrear em agosto; as outras três temporadas sempre foram ao ar no primeiro trimestre.

Em entrevista para o site Adweek, o presidente do AMC, Charlie Collier, justificou o atraso ao dizer que deu mais tempo aos criadores Peter Gould e Vince Gilligan para "contarem as histórias que eles quiserem". Fato é que a renovação da quarta temporada veio após o final da terceira, diferentemente do que ocorreu nos anos anteriores, o que pode ter colaborado para o adiamento.

House of Cards também não concorrerá ao Emmy. Parte da sexta e última temporada teve de ser refeita após a demissão de Kevin Spacey. O ator deixou a série da Netflix após ser acusado de ter abusado de um menor, em 1986.

Os roteiristas tiraram Frank Underwood (Spacey) de cena e focaram toda a história na mulher dele, Claire (interpretada por Robin Wright). As gravações foram encerradas na semana passada.

Leia também

 

 

Enquete

Quem deve ter o pior final em Deus Salve o Rei?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook