Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Violeiro de Pantanal e filho de Almir Sater: Quem é o novo Trindade?

LUIZA LEÃO

luiza@noticiasdatv.com

Publicado em 10/5/2022 - 14h57

O Brasil se emocionou ao ver Almir e Gabriel Sater atuando juntos no remake de Pantanal. Pai e filho, eles contracenaram pela primeira vez como Eugênio e Trindade em um duelo durante uma roda de viola na fazenda de José Leôncio (Marcos Palmeira).

No Instagram, Gabriel escreveu que dividir as cenas com o pai foi um dos momentos mais especiais da novela, ainda mais por representar o papel que um dia havia sido dele. Na versão original exibida em 1990 pela extinta Manchete (1983-1999), Almir foi o responsável por viver Xeréu Trindade.

Em entrevista ao Gshow, o patriarca afirmou que não daria moleza para o seu substituto nos enfrentamentos musicais da trama.

Para você que não sabia quem era Gabriel Sater, te conto que ele puxou a veia artística da família e, assim como pai, também é cantor, compositor, instrumentista e produtor musical.

Ele nasceu em São Paulo, mas foi criado na região do Pantanal, em que Almir possui uma fazenda. Não à toa ele pesquisa diversos ritmos tradicionais da bacia platina --como o chamamé, o tango, as guarânias e as polcas paraguaias.

O peão Trindade, inclusive, não é o primeiro papel do galã na televisão. Ele fez a sua estreia como o Viramundo em Meu Pedacinho de Chão (2014), que igualmente era baseada em uma das obras de Benedito Ruy Barbosa.


Assista também

Web Stories

+
17 anos depois: O que aconteceu com os atores da novela Celebridade?Violência sexual e negligência médica: Entenda o caso da atriz Klara CastanhoDe Paolla Oliveira a Rodrigo Hilbert: Relembre os campeões da Dança dos FamososResumo de Cara e Coragem: Pat e Moa se beijam, e Samuel é vítima de tragédiaBaixarias e desrespeito: A Record perdeu o controle do Power Couple 2022?

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas