Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

Multishow

Thiaguinho emplaca na TV paga e segue como apresentador em 2015

ANDRÉ BITTENCOURT/MULTISHOW

O cantor Thiaguinho vai apresentar nova temporada do Música Boa Ao Vivo, no Multishow  - ANDRÉ BITTENCOURT/MULTISHOW

O cantor Thiaguinho vai apresentar nova temporada do Música Boa Ao Vivo, no Multishow

MÁRCIA PEREIRA, enviada especial ao Rio de Janeiro

Publicado em 4/9/2014 - 2h41
Atualizado em 4/9/2014 - 11h35

Thiaguinho está fincando os pés na TV com o Música Boa Ao Vivo, programa exibido às terça-feiras no Multishow. A experiência do cantor como apresentador deu certo, e uma nova temporada da atração está confirmada. No ano que vem, o cantor vai comandar mais 30 edições ao vivo. Ele mesmo se diz surpreso com a repercussão que o programa teve por ser num canal pago.

“Nem encaro isso como um trabalho. Toda semana eu vejo passar grandes nomes da música brasileira por aqui. O sonho de qualquer cantor é estar num programa que se dedica totalmente à música, e eu estou”, conta Thiaguinho, que recebeu o Notícias da TV nos estúdios do Música Boa Ao Vivo na última terça-feira (2).

O convite para cumprir a missão de “âncora” de um encontro musical ao vivo na TV foi feito pelo Multishow bem antes de o pagodeiro comandar uma edição do Sai do Chão, da Globo, no começo deste ano. A produção do programa foi iniciada no ano passado. Ao todo, foram nove meses do nascimento da ideia até a sua realização.

Stella Amaral, gerente de Produtos e Negócios do Multishow, diz que Thiaguinho foi escolhido porque é uma figura que entende de música e dialoga muito bem com o público. “A ideia veio da vocação do canal, que transmite desde os maiores festivais de música do mundo até shows regionais. A gente queria criar algo com a nossa cara, com o nosso DNA. A partir daí, resolvemos promover encontros, mas tinha o desafio de como fazer isso”, diz a executiva.

Dos 30 programas planejados, 18 já foram ao ar, e essa primeira temporada termina no dia 25 de novembro. Stella anuncia em primeira mão que a segunda temporada já começa a ser pré-produzida imediatamente, pois em abril do ano que vem Thiaguinho volta ao ar ao vivo com mais 30 edições do programa.

Erasmo Carlos, Paula Toller e Thiaguinho em ensaio do Música Ao Vivo na última terça

Frisson

A gerente afirma que esse é um tipo de atração que tem de ser ao vivo, pois sua transmissão é feita como um grande show, mantendo o frescor, a exclusividade e o frisson da plateia. Resultado que, segundo ela, numa atração gravada jamais se alcançaria.

Diferentemente do que acontece em grande parte dos programas na TV fechada _executados por produtoras_, o Música Boa Ao Vivo é feito 100% por uma equipe do Multishow. Oitenta pessoas fazem parte da produção do programa, e a segunda temporada só está confirmada antes mesmo de a primeira acabar porque a audiência da atração é superior à média do canal.

De acordo com o Multishow, na faixa horária das 20h30 às 22h30, a atração está entre os cinco líderes de audiência da TV paga junto ao público de 18 a 24 anos. Por conta da boa audiência, o programa ganhou 30 minutos a mais em julho. Inicialmente, o programa tinha uma hora e trinta de duração. Agora, são duas horas. 

Thiaguinho ensaia com Rogério Flausino e os músicos do Jota Quest

Bastidores

Toda terça-feira, o dia de Thiaguinho é dedicado ao programa. Ele chega aos estúdios no Rio de Janeiro por volta das 14h para ensaiar com seus convidados. A cada semana três músicos/bandas diferentes participam do show. Som, luz, posicionamento dos intérpretes são testados nos três palcos da atração.

Às 16h, é feito um ensaio geral, como se eles estivessem ao vivo. Com todos os ajustes feitos, Thiaguinho e convidados vão para seus camarins se preparar para entrar ao vivo: comem, trocam de roupa, fazem maquiagem e cabelo etc. Às 20h20, eles já estão prontos no palco para cantar. 

“Eu gosto de tudo o que envolve arte. Desde criança, gostava de fazer teatrinho e cantar, principalmente. Cantando é como eu me sinto mais confortável. Nunca tinha pensado em fazer TV, mas está sendo muito gostoso fazer o programa”, comenta o apresentador.

Segundo Thiaguinho, o que mais o assustou neste projeto era o fato de ser ao vivo. Porém, o desafio foi superado. Quando precisou deixar um programa gravado porque ia viajar de férias, o cantor não gostou. “Eu vivo da adrenalina do vivo. Fazer show é fazer ao vivo.”

Ele diz acreditar que, para o público, o momento mais inusitado nesses últimos meses foi quando fez uma edição totalmente rock'n'roll, com Raimundos, Detonautas e CPM 22.

“Para mim, não foi. Eu gosto de ouvir rock. Não gosto de levantar bandeiras. Não existe essa de eu vou ficar aqui fazendo isso para sempre. Não descarto nada na minha vida”, comenta o cantor, que se diz surpreso com a abordagem dos fãs e de outros músicos elogiando o programa e sua atuação como apresentador. “O retorno me surpreendeu muito por ser um programa na TV fechada. Os músicos que passam por aqui saem maravilhados. Essa repercussão é ainda mais incrível.” 


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?