Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO FANTÁSTICO

Thales Bretas desabafa após perder Paulo Gustavo: 'Pra sempre o amor da minha vida'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Thales olha para baixo, usa camiseta rosa cor clara e está usando máscara branca

Thales Bretas desabafou sobre a morte do marido, Paulo Gustavo, em entrevista ao Fantástico

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 10/5/2021 - 1h26

Thales Bretas desabafou sobre a morte de Paulo Gustavo (1978-2021) em entrevista ao Fantástico neste domingo (9). O médico dermatologista falou sobre seu relacionamento com o humorista e a dor do luto após perder o marido para a Covid-19. "Para sempre o amor da minha vida", declarou ele. 

Durante sua participação no programa, Bretas lembrou da parceria com o companheiro, que morreu aos 42 anos. "Ele estava presente em todos os ambientes, me chamava o tempo todo, gritando sempre. Essa ausência é avassaladora porque é um silêncio que não fazia parte da minha vida havia sete anos", lamentou. 

O médico também contou sobre o momento em que encontrou o ator pela primeira vez. "A gente se conheceu em uma festa no Rio de Janeiro. Um dos meus melhores amigos conhecia o Paulo Gustavo. A gente deu nosso primeiro beijo, ele já era famoso e tinha medo de beijar em público. Ele me deixou em casa, eu fiquei com o boné dele para a gente ter um reencontro", relatou.

Bretas ainda explicou como tem sido a convivência com os filhos, Romeu e Gael, de apenas um ano, sem a outra parte da família. "Eles sempre pedem para ver o 'papai Paulo'. Eles me chama de papai Tata. Eles ficavam 'papai Paulo tá dodói'. Eu tô tentando explicar que papai Paulo não tá mais dodói e virou uma estrelinha que está olhando lá de cima", contou. 

Momento de pânico

Em outro trecho da entrevista, o viúvo de Paulo Gustavo falou sobre a reação do marido ao descobrir que havia sido contaminado pelo coronavírus. "Quando ele descobriu que ele estava com o diagnóstico, ele ficou tão desesperado. Ele ficava em pânico. Depois ele teve febre, tosse, dor no corpo. Eu peguei também", lembrou.

Dias antes de morrer, o intérprete de Dona Hermínia chegou a dar sinais de que poderia sobreviver ao momento complicado. "Abriu o olho devagarzinho, ele chegava a me responder, chegou a me ver. Tentava falar, mas não conseguia", continuou Bretas. 

Antes de encerrar o desabafo, o médico ainda reforçou seu sentimento pelo companheiro. "Acho que a ficha tá caindo aos poucos, ele vai ser para sempre o amor da minha vida. Uma gratidão por ter tido a sorte de viver sete anos com ele. Eu acredito nos desígnios de Deus, ainda estou vivendo esse momento de aceitação", completou. 


Leia também

Web Stories

+
De violência doméstica a desemprego: Como está o elenco de Roque SanteiroDe Fernanda Montenegro a Sônia Braga: Cinco atrizes que entraram para a históriaDe série com Liniker a nova temporada de Elite: Confira os lançamentos da semanaBastidores de O Diabo Veste Prada tiveram atriz deprimida e look vetado, saiba maisJuliette, Zico e Anitta: Sete celebridades que viraram tatuagens de fãs

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você gostou de ver Tiago Leifert no comando da Super Dança dos Famosos?