SEM GRAÇA

SporTV ri de clube cheio de patrocínios no futsal e irrita técnico da seleção

REPRODUÇÃO/SPORTV

Camisa do Cascavel virou piada no SporTV: técnico do Brasil se irritou e quer desculpas - REPRODUÇÃO/SPORTV

Camisa do Cascavel virou piada no SporTV: técnico do Brasil se irritou e quer desculpas

GABRIEL VAQUER - Publicado em 20/04/2019, às 17h25

Técnico da seleção brasileira de futsal e do Carlos Barbosa, um dos clubes mais tradicionais da modalidade, Marquinhos Xavier se irritou com uma piada das redes sociais do SporTV durante a transmissão de Cascavel e Pato Branco, válido pela LNF (Liga Nacional de Futsal). No Twitter, o canal riu da quantidade de patrocínios na camisa do primeiro time.

Durante a cobertura da partida, que foi exibida na TV, a emissora esportiva da Globo riu e perguntou aos seus seguidores se ainda cabia alguma marca na camisa do clube, que tinha inúmeras empresas. "Rapaz... Será que sobrou mais algum espacinho?", postou o canal esportivo no Twitter.

Já na postagem, o público criticou a emissora. "Se vocês valorizassem o esporte, nenhum time precisaria de tantos patrocínios pra se manter ativo", reclamou um internauta. "Time que não tem o dinheiro faz o que pode pra manter o sonho desses caras vivo", afirmou outro. "É como se consegue sobreviver em um esporte e com pouco apoio financeiro. Futsal é para abnegados. Apaixonados", comentou mais um. 

Técnico da seleção, Marquinhos Xavier fez um texto longo neste sábado (20) em sua conta no Instagram, dizendo que o SporTV não tem noção da realidade do futsal brasileiro, e solicitando um pedido de desculpas oficial. 

Leia também ---> Turner contrata árbitro e escala Batman e Harry Potter para bombar o Brasileirão

"A publicação me ofendeu profundamente, esse é o MEU sentimento, se foi uma brincadeira, foi de muito mau gosto. Provavelmente o 'estagiário' do SporTV não conhece a realidade das coisas", desabafou Marquinhos.

"Que ótimo que ainda existem pessoas que com suas condições estão fazendo futsal nesse país, que vira as costas para as políticas esportivas. Que ótimo que ainda existem patrocinadores que acreditam e seguem apoiando o futsal", criticou.

"Macacão de Automobilismo pode ter dezenas de patrocínios? Respeita 'estagiário', a vida aqui embaixo é muito dura pra quem vive desse esporte", concluiu o profissional, recebendo apoio de vários jogadores na publicação.

 
 
View this post on Instagram

Que comentário desnecessário!!! Mas, respondendo. •Sobrou sim, sobrou pra quem quer realmente ajudar a modalidade a crescer. •Sobrou pra quem desejar pagar o que realmente vale esse esporte. •Sobrou pra quem quer valorizar as equipes e divulgar seus esforços. A publicação me ofendeu profundamente, esse é o MEU sentimento, se foi uma brincadeira, foi de muito mau gosto. Provavelmente o “estagiário” do @sportv não conhece a realidade das coisas. Que ótimo que ainda existem pessoas que com suas condições estão fazendo futsal nesse país, país que vira as costas para as políticas esportivas. Que ótimo que ainda existem patrocinadores que acreditam e seguem apoiando o futsal. A publicação desrespeita a equipe em questão, com tom pejorativo expondo-a a comentários negativos. Essa equipe é uma das equipes mais tradicionais do Brasil, que honra seus acordos graças aos apoios que recebe. Poderia entrar numa esfera mais profunda e reflexiva sobre o apoio que recebemos para termos nossos direitos de imagens transmitidos, mas, não conseguiria ser breve. Para finalizar, Macacão de Automobilismo pode ter dezenas de patrocínios? Respeita “estagiário” a vida aqui embaixo é muito dura pra quem vive desse esporte. #futsalbrasileiro #omaiorfutsaldomundo #cascavelfutsal2019

A post shared by MarquinhosXavier (@marquinhosxavier) on

Os profissionais já vinham reclamando de algumas atitudes do Grupo Globo com o futsal. A última delas foi a retirada de repórteres da quadra de jogo. O SporTV decidiu aproveitar as entrevistas feitas pela transmissão oficial da Liga Nacional, que exibe as partidas pelas redes sociais.

Até a conclusão deste texto, o SporTV não falou mais sobre o assunto em suas redes sociais. A reportagem também procurou o canal para pedir um posicionamento, mas não teve os contatos respondidos. 

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Qual sua novela preferida atualmente?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook