Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ÂNCORA DA RECORD

'Senti falta da adrenalina, do frenesi diário', diz Celso Freitas em retorno ao JR

EDU MORAES/RECORD

Imagem de Celso Freitas na bancada do Jornal da Record

Celso Freitas na bancada do Jornal da Record; âncora retorna ao trabalho presencial na emissora

ERICK MATHEUS NERY

erick@noticiasdatv.com

Publicado em 9/8/2021 - 6h30

Aos 67 anos, Celso Freitas reassume a bancada do Jornal da Record nesta segunda-feira (9). Após o afastamento por causa da pandemia da Covid-19, o âncora retoma a sua rotina de trabalho presencial na emissora e admite: "Senti falta da adrenalina, do frenesi diário da Redação".

"Estou feliz e confiante em retornar ao que sempre fiz na vida. Mesmo em casa, não abandonei o hábito de me inteirar das notícias. Só não cumpri o ritual diário de fazer a barba, vestir o terno e ir para a bancada. Mas agora, na volta à Redação, tenho que observar todas as recomendações e cuidados de biossegurança", reforça Freitas em entrevista ao Notícias da TV.

Em outubro de 2020, o jornalista voltou aos estúdios da emissora, após um primeiro período de isolamento social. No entanto, com a chegada da segunda onda da pandemia, ele retornou ao home office, onde permaneceu até o atual momento: "Estou confiante de que, desta vez, não haverá interrupção, como aconteceu no final do ano passado".

"Mesmo depois da vacina, já está comprovado, não estamos livres de uma variante do coronavírus. Felizmente, o número de pessoas vacinadas cresce sempre, e o número de casos vem caindo", complementa o veterano, que já foi imunizado.

Hoje, Celso avalia os primeiros meses da pandemia como um "período sabático" na sua carreira. "É o tempo que todo profissional busca para se reavaliar, se libertar um pouco dos compromissos rotineiros e repensar a vida pessoal e profissional. Foi o início de isolamento da pandemia. Momento superdelicado, de reflexões, mas de crescimento", destaca.

Em julho de 2020, ainda no home office, o jornalista recebeu um novo trabalho: apresentar um podcast, o JR 15 Minutos. "O desafio foi me equipar de ferramentas tecnológicas para fazer com qualidade um produto muito semelhante a um programa de rádio. Assim estive, mesmo que virtualmente, em contato com repórteres e profissionais da Redação", pontua ele.

Pessoalmente, pude constatar o reconhecimento, elogios de muitos entrevistados que me acompanham ao longo de várias décadas. Isto é extremamente gratificante. Se a pandemia tornou o home office realidade, ela beneficiou o surgimento de novas modalidades de se fazer jornalismo.

De volta ao comando do JR, o âncora é enfático ao responder qual notícia deseja apresentar nas próximas semanas no telejornal: "Ora, inevitável: O fim da pandemia!".


Inscreva-se no canal do Notícias da TV no YouTube para conferir nossos boletins diários, entrevistas e vídeos ao vivo


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Além de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreramEsqueceram de Mim ganha novo filme no Disney+; veja como está o elenco originalTadeu Schmidt no BBB22: Conheça a carreira do apresentador na Globo

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas