Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
X
Instagram
Youtube
TikTok

COPA AMÉRICA

SBT se surpreende com sucesso comercial do futebol feminino e vai ao mercado

LOURIVAL RIBEIRO/SBT

Mauro Beting com uma camisa azul no estúdio do SBT

Mauro Beting comentou Copa América feminina no SBT: torneio superou expectativas da emissora

GABRIEL VAQUER, colunista

vaquer@noticiasdatv.com

Publicado em 30/7/2022 - 6h20

Aposta do SBT para o mês de julho, a Copa América feminina foi um grande sucesso comercial e de audiência. Os resultados superaram as expectativas e colocaram o futebol feminino no radar da emissora. Se surgir uma oportunidade, a TV de Silvio Santos vai ao mercado. Mauro Beting, comentarista, reforça o bom resultado. "O SBT tem mostrado uma ótima vontade", diz em conversa ao Notícias da TV.

Neste sábado (29), o SBT exibe Brasil x Colômbia, a partir das 21h (horário de Brasília). O SporTV, canal esportivo da Globo, também mostra. A final pode dar o oitavo título da Copa América à Seleção Brasileira. E a expectativa é por um novo bom número. Os jogos deram 5 pontos de Ibope na Grande São Paulo. De cinco partidas exibidas, três venceram a Record. Ao todo, foram cinco cotas de publicidade vendidas para empresas anunciantes.

Compraram espaço Banco do Brasil, EMS, Sebrae, Nivea e Odontocompany. Só para se ter uma ideia, é o mesmo número de cotas vendidas para a Libertadores da América, principal atração de futebol da emissora até o fim do ano. Em outras regiões do país, os números foram ainda mais satisfatórios.

Em Fortaleza e Manaus, por exemplo, partidas da Seleção chegaram à marca dos 12 pontos de média contra Pantanal, novela de sucesso da Globo.

"Deve ser comemorado a própria exibição em TV aberta. O SBT, que voltou ao esporte em 2020, tem mostrado uma ótima vontade. O público, os anunciantes, o mercado como um todo, abraçou o SBT. Além de dar amplitude, dar outras visões, a gente conseguiu contribuir para o futebol feminino como um todo. E ele chegou para ficar aqui e em todo o mundo", explica Mauro.

Mauro Beting será o comentarista da partida entre Brasil x Colômbia, que terá Téo José como narrador, a jogadora Érika como comentarista e Nadine Basttos como analista de arbitragem. Beting acompanha o futebol feminino desde o início de sua carreira de comentarista.

"Eu tive a felicidade de começar a acompanhar futebol feminino em 1997, quando comentava pela Band. Não diretamente o tempo todo, mas vejo jogos, treinos e afins. Eu sei bem a luta dessas meninas. Conheço pais, namoradas, namorados, treinadores e treinadoras, e não sabemos 2% do que elas passam. É muito mais difícil ser jogadora, mas é mais fácil pelo apoio que vem se conquistando", analisa. 

O SBT ficou tão animado que observará oportunidades de mercado com o futebol feminino, conforme apurou o Notícias da TV. Se um campeonato  de apelo estiver disponível, a emissora tentará exibir. Enquanto isso não ocorre, Beting tem boas expectativas para a final da Copa América feminina.

"Eu esperava que fossemos tomar um gol na competição, mas até agora não aconteceu. Somos favoritos, o Brasil ganhou sete de oito títulos e foi dominante. Espero que se tenha um bom resultado para as meninas e um bom resultado para a gente também", conclui o jornalista. 


Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.