Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

Parcerias

SBT negocia produção de novas novelas com sócia da Globo

Divulgação

Cena de Taxxi - Amores Cruzados, exibida pela rede argentina Telefe, candidata a ter versão no SBT - Divulgação

Cena de Taxxi - Amores Cruzados, exibida pela rede argentina Telefe, candidata a ter versão no SBT

DANIEL CASTRO

Publicado em 18/2/2014 - 19h33
Atualizado em 19/2/2014 - 6h24

O SBT está negociando com a Endemol a coprodução de novelas no Brasil. A parceria poderá reinaugurar o segundo horário de telenovelas da rede de Silvio Santos, no início do ano que vem. A Endemol, no entanto, enfrenta uma concorrência de peso: a gigante mexicana Televisa também negocia parceria com o SBT.

A Endemol é a empresa que criou o formato de Big Brother. No Brasil, tem dois braços: a Endemol Globo, uma empresa em sociedade com a Globo, que já processou o SBT por causa de Casa dos Artistas (2001), e a filial da Endemol, que negocia formatos com outras emissoras, menos a Globo.

A filial da Endemol acaba de emplacar no SBT o formato de Your Face Sounds Familiar, uma competição de celebridades que será apresentada por Márcio Ballas e terá o nome de Esse Artista Sou Eu.

A Endemol planeja produzir novelas no Brasil, e o SBT pode ser a porta de entrada. A empresa já faz isso na Argentina. E vem de lá as propostas da Endemol para o SBT. Na Argentina, por exemplo, a Endemol já se envolveu na produção de uma novela sobre um casal de apresentadores de TV que vivem uma farsa (ele é gay) e uma trama sobre maria-chuteiras em que dois jogadores de futebol se apaixonam.

A mais recente produção da Endemol com a Telefe, rede argentina, é Taxxi - Amores Cruzados, cuja primeira temporada foi exibida entre outubro e janeiro. Trata da história de um taxista que uma bela noite vê uma mulher idêntica à ex-esposa, que morreu 15 anos antes.

O segundo horário de telenovelas do SBT deverá ter um perfil mais adulto, mas dentro do que a emissora chama de "novela para a família", mesmo guarda-chuva de Chiquititas.

Diretora-geral da emissora, Daniela Beyruti confirma as negociações para coprodução. Além de possíveis tramas, estuda-se a infraestrutura necessária. Segundo Daniela, o fim da parceria de exclusividade de filmes com a Warner deu "liberdade financeira para investir" no segundo horário de teledramaturgia.

LEIA TAMBÉM:

Jornal da Globo faz 'merchandising' de livro de filha de Edir Macedo

Dubladores improvisam barracos e gritaria em Caso Encerrado

CSI terá nova série com investigação de crimes da internet

Programa do SBT faz sátira de campo virtual da Globo com anões

SBT perde 33% de audiência com estreia de telebarraco latino

Globo proíbe jeans rasgado, manga bufante, cabelão e unha preta

Virar panicat é mais difícil do que passar em vestibular de medicina

'Rei' do improviso e imitador de Dilma estarão no Agora É Tarde

Troca-troca na Globo dá certo, e novela 'rouba' ibope do SBT

BBB bate recorde negativo e perde de novo para Silvio Santos

Em novo corte, Record demite mais de 100 seguranças e recepcionistas


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?