Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO ENCONTRO

'Sairemos pobres de espírito', diz Paolla Oliveira sobre falta de empatia na pandemia

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Imagem de Paolla Oliveira com o cabelo solto e uma tiara preta

Paolla Oliveira em foto publicada nas redes sociais; atriz lamentou o descaso das pessoas na pandemia

REDAÇÃO

Publicado em 25/6/2020 - 11h46

Paolla Oliveira lamentou a falta de empatia de algumas pessoas durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A atriz afirmou que nada de bom será aprendido se o descaso com o período que o mundo vem enfrentando nos últimos meses continuar aumentando. "Sairemos mais pobres de espírito", declarou ela em participação no Encontro na manhã desta quinta-feira (25).

O assunto surgiu quando Fátima Bernardes relembrou a participação de Paolla na distribuição de cestas básicas arrecadadas na quadra da escola de samba carioca Grande Rio. A artista se emocionou com as imagens. "A vontade que dá é de fazer mais pela vida. Isso que fiz, foi o mínimo. Chorei muito entregando as cestas", contou a funcionária da Globo.

Paolla afirmou que não está nem pessimista nem otimista diante da pandemia do coronavírus. "A gente tem a possibilidade de sair melhor, mas se cada um não der um passo, acredito que a gente vai sair da mesma maneira. As coisas que estavam erradas, vão voltar da mesma maneira", opinou ela.

"Alguém falou sobre a 'escolinha da pandemia', não existe isso. Não é uma grande escola, de onde saímos todos melhores. Pelo contrário, se a gente deixar, vamos sair mais pobres, em todos os sentidos. Vamos ver a desigualdade aumentar, a gente vai estar se mobilizando para nada", continuou ela.

A intérprete também deu uma dica para as pessoas que se perguntam o que podem fazer. "O pequeno! Faça o que está perto de você. A empatia é algo grandioso", aconselhou. "Qualquer movimentação para que você consiga sair disso melhor, é válida. Inclusive, não apontar o dedo, não julgar demais, se você não vive aquela realidade", disparou a loira.

"Ser otimista impulsiona, mas ser pessimista é preguiçoso", criticou ela. Paolla tem usado as redes sociais para comentar e lamentar acontecimentos como as mortes de João Pedro e Miguel Otávio, crianças negras, e alertar seus fãs sobre a necessidade de pessoas mais carentes durante essa fase de isolamento social. "É um momento de ressinificar, modificar", disse ela.

Confira um trecho da entrevista:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?