Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

MAL-EDUCADO

Rodrigo Bocardi é chamado de burro ao vivo por telespectador e reage: 'Já deu'

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

O apresentador Rodrigo Bocardi durante o jornal Bom Dia São Paulo desta quinta-feira (9), na Globo

Rodrigo Bocardi no Bom Dia São Paulo desta quinta-feira (9); apresentador criticou quem jogava lixo na rua

REDAÇÃO

Publicado em 9/7/2020 - 9h32

Apresentador do Bom Dia São Paulo, Rodrigo Bocardi foi chamado de burro por um telespectador nesta quinta (9). O âncora passou boa parte da edição debatendo sobre o descarte consciente de lixo e estava prestes a encerrar o telejornal quando leu um comentário ofensivo feito no Twitter. "Acho que já deu esse assunto, né?", reagiu o jornalista. 

Após uma reportagem de Giba Bergamin sobre a votação de um Projeto de Lei que prevê multa de R$ 500 para quem jogar bitucas de cigarro nas ruas e calçadas da capital paulista, Bocardi criticou as pessoas que têm o hábito de poluir a cidade. 

"Olha, tem aqui o Marcos Lopes falando: 'Multa para quem joga bituca de cigarro no chão. O povo precisa de educação'. É a velha história, né? Igual com a máscara. Fica criando regra, multa, fiscalização sobre aquilo que é bom para você e bom para o próximo. Guarda e depois joga. Tem que ter educação", opinou Bocardi, que lia as reações de internautas no Twitter. 

Ao longo do telejornal, Bocardi reafirmou sua opinião de que as pessoas têm de guardar os itens que pretendem descartar consigo, seja em bolsos ou em seus carros, e nunca jogar nas ruas. Ele entende que as prefeituras precisam ser cobradas pela manutenção das cidades, mas que cada um deve fazer sua parte também.

Antes do encerramento, o colega de Glória Vanique se deparou com a fala de um cidadão indignado com a sugestão de carregar o próprio lixo até encontrar uma lixeira disponível.  

"Rodrigo, queria saber se você anda com uma lixeira no seu carro ou no seu bolso. Nunca vi uma cidade que tenha lixeira que seja suja! Acho meio burro que fale que lixeira não é essencial", reproduziu o âncora, que lia a fala de um homem identificado apenas como Cristiano. 

"Ô, Cristiano... Já deu o assunto das lixeiras, né. Mas eu carrego meu lixo", afirmou o titular do BDSP. "Às vezes acabo falando umas coisas que as pessoas não gostam de ouvir, mas enfim. É sempre pro nosso bem, eu tento. E vocês têm esse espaço pra dizer o que vocês querem, e isso é o mais legal, vira um grande bate-papo", concluiu ele.

No Twitter, Rodrigo recebeu o apoio de alguns telespectadores. "Tenho 55 anos e desde que me entendo por gente tenho a ideologia de que lixo pertence a quem o produz, devendo fazer descarte responsável. Parabéns por ter falado em público e continue falando o que deve ser falado e não o que o povo quer ouvir", opinou Edson Leão.

Confira alguns comentários no Twitter: 

Prêmio NTV Melhores do ano

Leia também

Enquete

Quem foi o(a) melhor jornalista/comentarista esportivo do ano?

Web Stories

+
Mansão nova, presença VIP e publis: Saiba tudo sobre a carreira de Deolane BezerraÚltima temporada de La Casa de Papel: Após o fim, série já tem spin-off confirmadoFicção virou realidade: Casa de Esqueceram de Mim é aberta ao público; veja fotosDivórcio, tragédia e treta: 5 notícias que peões de A Fazenda 13 não sabemJuan Paiva rouba a cena em Um Lugar ao Sol; conheça a história do ator

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas