Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

'Estratégia'

'Novo' Hoje em Dia despenca no Ibope e dispara alerta na Record

Francisco Cepeda/AgNews

Ana Hickmann, César Filho e Renata Alves, os novos apresentadores do Hoje Em Dia, em entrevista - Francisco Cepeda/AgNews

Ana Hickmann, César Filho e Renata Alves, os novos apresentadores do Hoje Em Dia, em entrevista

DANIEL CASTRO

Publicado em 22/1/2015 - 6h46

Radical, a troca dos apresentadores do Hoje em Dia virou um problema para a Record. Além de enfrentar a rejeição de anunciantes, o novo trio não agradou ao público. É o que mostram os números do Ibope na Grande São Paulo. Depois de uma estreia vigorosa motivada pela curiosidade, com 6,0 pontos de média, o Hoje em Dia caiu pela metade na última terça (20) e disparou o sinal de alerta na emissora.

Uma operação salvamento foi acionada. A produção do programa está sendo cobrada diariamente por resultados. Na terça, os novos apresentadores (César Filho, Ana Hickmann e Renata Alves) e o diretor, Bruno Gomes, foram chamados para uma reunião com a direção artística da emissora. Ao mesmo tempo, outros dois executivos da casa vasculhavam a Natpe, uma das maiores feiras de TV do mundo, em Miami, atrás de novos formatos para o matinal.

A situação do Hoje em Dia é desesperadora. À exceção da estreia dos novos apresentadores, no dia 12, o programa perdeu todas as disputas com o SBT. Pior, ficou a 0,6 ponto da RedeTV! na sexta-feira (9). Na terça (20), chegou a marcar 1,7 no minuto a minuto da Grande São Paulo. Por quatro décimos, não empatou com a TV Cultura. Perdeu para a Band na reta final. A audiência do novo trio de apresentadores é menor do que a da primeira semana de janeiro, quando o programa estava gravado. E está 20% abaixo da média de 2014.

Nos bastidores da Record (e das concorrentes), a troca dos três apresentadores ao mesmo tempo é apontada como um grande erro. Se mudasse apenas um apresentador (Celso Zucatelli por César Filho, como se postulou inicialmente), o risco seria bem menor.

No mercado, a substituição de Zucatelli, Chris Flores e Edu Guedes está sendo vista como um gesto desesperado do bispo Marcelo Silva, vice-presidente artístico, que tentou marcar um golaço e afastar o fantasma de Honorilton Gonçalves, ex-todo-poderoso da Record, que ameaça voltar ao comando da emissora. Se o novo trio fosse um sucesso, Silva sairia fortalecido. Mas, por enquanto, a jogada está se revelando um grande mico.


► Curta o Notícias da TV no Facebook e fique por dentro de tudo na televisão

► Siga o Notícias da TV no Twitter: @danielkastro

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Você já tem seu favorito em A Fazenda 12?