Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

NO PAPO COM DATENA

Marcelo Tas cobra dívida de Bolsonaro ao vivo: 'Tentou me calar, acho inadmissível'

REPRODUÇÃO/YOUTUBE

Montagem com a reprodução de imagem de Marcelo Tas e Jair Bolsonaro

Marcelo Tas e Jair Bolsonaro; jornalista cobrou presidente durante entrevista para José Luiz Datena

REDAÇÃO

Publicado em 25/6/2020 - 16h16

Marcelo Tas cobrou o pagamento da dívida de R$ 2 mil de Jair Bolsonaro durante uma entrevista ao vivo no programa No Papo com Datena, no YouTube do apresentador da Band. Em 2019, o presidente perdeu o processo que moveu contra o jornalista por danos morais. "Ele tentou me calar, o que acho inadmissível de um político", disse o titular do #Provoca sobre o caso nesta quinta-feira (25).

"O político não pode processar comunicadores. Ele me processou, perdeu, está me devendo R$ 2 mil, valor que a Justiça o penalizou. Já foi transitado e julgado", complementou Tas em live com José Luiz Datena. Na conversa, o apresentador da Cultura pediu para o âncora do Brasil Urgente também cobrar Bolsonaro sobre a dívida. "Se você falar com ele, lembra ele viu?", brincou.

Datena sugeriu que, caso Tas seja ressarcido, ele transfira o valor para o auxílio emergencial do Governo. "Se ele [Bolsonaro] pagar o que me deve, eu me comprometo com você que coloco no auxílio", confirmou o ex-CQC.

Em 2017, Tas chamou o então deputado federal de "racista, preconceituoso e homofóbio" em entrevista para o canal de Rica Perrone no YouTube. Segundo a Folha de S.Paulo, Bolsonaro entrou com uma ação na Justiça contra o jornalista por danos morais e pediu uma indenização de R$ 20 mil.

Dois anos depois, a juíza Mariana de Souza Neves Salinas considerou o pedido improcedente e extinguiu o processo. Para a magistrada, Marcelo "apenas expressou livremente seu pensamento a respeito do tema, utilizando linguagem coloquial, sem intenção de ofender ou injuriar".

Confira a entrevista:

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?