Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

APONTOU ERROS

Irritado com críticas, Jair Bolsonaro vira 'ombudsman' do jornalismo da Globo

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Jair Bolsonaro falando em pronunciamento para a imprensa em Brasília

Jair Bolsonaro no pronunciamento em que atacou a Globo; presidente reforçou críticas nas redes sociais

VINÍCIUS ANDRADE

Publicado em 25/5/2020 - 18h20

Incomodado com a abordagem dos telejornais da Globo em relação ao Governo Federal, Jair Bolsonaro não deixa escapar oportunidades de criticar a emissora e seus jornalistas. O presidente da República virou um tipo de "ombudsman", profissional contratado por um jornal para analisar o trabalho do próprio veículo de imprensa.

Nos últimos dois dias, Bolsonaro compartilhou dois vídeos diferentes em que ataca o Jornalismo da líder de audiência. Em um deles, o político questiona na legenda: "Qual o limite da Globo?". O vídeo acusa a emissora de "teatro", "manipulação" e vem com a frase "Globo lixo" no final.

O conteúdo compara uma mesma chamada nas edições do Jornal Nacional e no Jornal da Globo de sexta (22). Tanto o âncora William Bonner (no Jornal Nacional) quanto o repórter Vinícius Leal (no Jornal da Globo) anunciam uma fala de Jair Bolsonaro, em que ele teria dito que pediu para "o ministro Moro para ser blindado".

Na sequência, entra o vídeo com a entrevista do presidente em coletiva, em que o chefe do Executivo alega sofrer perseguição do governador Wilson Witzel, do Rio de Janeiro, e que provas poderiam ser plantadas em operações de busca e apreensão envolvendendo seus filhos. "Eu falei: 'Moro, eu não quero que me blinde, mas você tem a missão de não me deixar ser chantageado'".

Minutos depois, após a exibição de outros conteúdos, o Jornal Nacional e o Jornal da Globo corrigiram a informação sobre a blindagem com o mesmo texto.

"Agora há pouco, eu disse erroneamente que o presidente Bolsonaro havia pedido ao então ministro Moro para ser blindado, mas como nós mostramos na voz do próprio presidente, foi ao contrário. Ele disse a Moro que não queria ser blindado, mas que o ministro tinha a missão de não deixar que ele fosse chantageado. Está feita a correção", falaram Bonner e Leal nos respectivos noticiosos.

Assista abaixo ao vídeo, que foi compartilhado por Bolsonaro em suas contas no YouTube, no Twitter, no Facebook e no Instagram:

Em uma publicação de domingo (24), Bolsonaro voltou a mencionar "manipulação" no vídeo com o erro da informação de William Bonner, que foi corrigido no próprio telejornal. Veja abaixo:

Procurada pelo Notícias da TV para responder as críticas do presidente, a Globo não se manifestou até a publicação deste texto.

Bolsonaro contra a Globo

Na mesmo pronunciamento de sexta-feira (22), Bolsonaro chamou a Globo de "TV Funerária" e se referiu à jornalista Renata Vasconcellos como "freira arrependida". "Morreu mais tantos, aquela cara de freira arrependida. O outro lá, o William Bonner: 'Ah, morreu não sei quem lá'".

"Até hoje eu tô aguardando ele [Bonner] dizer se o Roberto Marinho [1904-2003] era ditador ou democrata, vocês sabem a história. Ninguém tá zombando com nada não, é a realidade", complementou o presidente.

Minutos antes, Bolsonaro afirmou que recebeu um vídeo no qual o filho de Bonner, Vinícius Bonemer, teria fraudado o auxílio emergencial do governo. "Tem agora um vídeo rolando na internet que o filho do William Bonner recebeu o auxílio de R$ 600. Eu não sei se é verdade ou não é, eu não vou acusá-lo. Com toda a certeza, isso é fraude. Tenho quase certeza que é fraude", apontou.

"Agora ele [Bonner] tá sentindo na pele o que é ter um filho caluniado, como tenho o tempo todo. Agora, bota no Jornal Nacional o filho dele recebendo os R$ 600, depois explique lá na frente. Dois, três, quatro anos que ele não tentou fraudar, que ele respondeu um processo no tocante a isso", questionou o presidente, em referência às denúncias contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ).

Um dia antes, Bonner explicou que seu filho tinha sido vítima de fraude no programa do auxílio governamental. Segundo ele, golpistas usaram dados de Vinícius e foram aprovados para receber o benefício.

Leia também

Web Stories

+
42 anos depois: Por onde anda o elenco da novela Pai Herói?A Fazenda 13: Sem barracos, Liziane frustra público e é eliminada; veja trajetóriaComo Lázaro Ramos e Taís Araujo: 7 casais formados nos bastidores da GloboSex Education vai ter 4ª temporada? Veja cinco curiosidades sobre a sérieA Fazenda 13: Surto na baia e barraco com ofensas marcam primeira semana do reality

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Além de Pantanal, qual novela antiga merecia um remake?