Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

AMBULÂNCIA FALHOU

Gustavo Villani detona resgate a massagista desmaiado do São Paulo: 'Não se repita'

REPRODUÇÃO/PREMIERE

Montagem com imagens de Gustavo Villani (à esq.) e uma ambulância no Morumbi durante transmissão do Premiere

Gustavo Villani em transmissão do Premiere; narrador se revoltou com falha de ambulância

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 17/7/2021 - 19h08

Gustavo Villani se revoltou com a falha de uma ambulância durante o resgate a um membro da comissão técnica do São Paulo que passou mal durante o jogo contra o Fortaleza neste sábado (17). O massagista Marcelinho estava deitado na beira do campo enquanto o automóvel perdeu a carga da bateria. "Que isso não se repita", disse o narrador.

O incidente aconteceu por volta dos 32 minutos do segundo tempo. O profissional, que aparentemente sofreu uma convulsão, recebeu os primeiros atendimentos da equipe médica tanto do time paulista, quanto do time cearense. "Inacreditável, a ambulância está sendo empurrada para que entre em funcionamento", criticou Villani.

"Uma ambulância que descarregou a bateria no estádio do Morumbi. Pelo amor de Deus, não pode ser atrapalhado assim um atendimento", continuou o narrador. "Que isso não se repita: porta aberta, ambulância que não funciona. Marcelinho segue esperando na beira do campo", disse ele.

Um segundo veículo foi acionado e chegou para o atendimento de Marcelinho, que recuperou a consciência e saiu acordado de campo. Jogadores e técnicos de ambos os times aplaudiram o resgate concluído. O massagista foi encaminhado ao hospital São Luiz, na capital paulista.

A partida ficou paralisada durante oito minutos, mas recebeu apenas seis de acréscimo, de forma que a transmissão não sofreu alterações.


Leia também

Enquete

Pantanal perde audiência: novela está chata?

Mais lidas


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.