FORA DO AR

Globo demite equipe de novo programa e 'tranca' Angélica na geladeira

REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Angélica durante participação no Altas Horas: ela ficou desapontada com suspensão de novo programa - REPRODUÇÃO/TV GLOBO

Angélica durante participação no Altas Horas: ela ficou desapontada com suspensão de novo programa

ANA CORA LIMA - Publicado em 26/06/2019, às 06h05 - Atualizado às 10h19

Fora do ar desde abril do ano passado, Angélica vai continuar sem ter um programa para chamar de seu na grade da Globo em 2019. A equipe de produção, que trabalhava em total sigilo em uma nova atração da loira, foi dispensada há duas semanas. Alguns profissionais chegaram a ser realocados em outros programas, mas a maioria acabou demitida.

Depois de 12 anos no comando do Estrelas, a apresentadora vinha trabalhando na formatação de um programa sobre comportamento e que iria ao ar nas noites de quinta. Em agosto do ano passado, ela deu algumas dicas do que seria a nova atração em entrevista ao Notícias da TV:

"Teve muita especulação se o programa seria um musical ou um game, mas não é isso. Não é um programa de celebridades como era o Estrelas. Eu não quero fazer algo assim. A gente quer fazer uma coisa pra família", contou.

Angélica, que no último final de semana levou um susto com o acidente do filho Benício, de 11 anos, tem evitado falar sobre a geladeira até com os amigos mais próximos. Em recentes entrevistas, um dos acordos previamente acertados entre sua equipe e as publicações foi justamente o veto a qualquer pergunta sobre a atração.

A reportagem apurou que a apresentadora ficou desapontada com a suspensão do programa, apesar de uma promessa de que ele entrará no ar em 2020.

Procurada, a assessoria de Angélica negou que a atração tenha subido no telhado, mas não entrou em detalhes. "Não procede a informação", limitou-se a dizer. 

"Existem projetos em discussão, mas não há nada definido", disse a Comunicação da Globo, que também negou o cancelamento da atração e as demissões: "Não comentamos especulações". A assessoria não informou quando o atual vínculo da apresentadora com a emissora chegará ao fim. "Não comentamos detalhes de contrato."

Promessa de voltar

Em setembro, a mulher do apresentador Luciano Huck vai comemorar 23 anos de Globo, depois de ter passado pelo SBT e pela extinta TV Manchete --onde começou no programa Nave da Fantasia, em 1987. Em seus 32 anos como apresentadora, Angélica nunca havia ficado 12 meses fora do ar, como agora. Pelo contrário, emendava um projeto no outro e chegou a apresentar três programas simultaneamente. 

O Estrelas deixou a programação da Globo em meio a uma crise de audiência: amargou, durante um bom tempo, o menor público das tardes de sábado da emissora. Para tentar conter a perda de espectadores, o programa de Angélica teve seu formato reformulado e o nome alterado duas vezes em um ano. 

Na última edição, em abril do ano passado, ela se despediu agradecendo à Globo e avisou que iria retornar à grade, mas sem dar muitos detalhes: "Não é um adeus, é um até logo".

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Quem é o personagem mais trouxa da TV?

Últimas notícias

Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook