Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
twitter
Instagram
YouTube

DEMITIDA ANO PASSADO

Globo cumpre determinação da Justiça e recontrata jornalista Izabella Camargo

REPRODUÇÃO/GLOBONEWS

A jornalista Izabella Camargo no programa Em Ponto, da Globonews

Izabella Camargo no Em Ponto de 14 de agosto de 2018, dia em que teve um apagão que a levou a ser afastada

REDAÇÃO

Publicado em 23/9/2019 - 12h24
Atualizado em 23/9/2019 - 19h57

Após demitir a jornalista Izabella Camargo assim que ela retornou de uma licença-médica e foi diagnosticada com síndrome de burnout, a Globo foi obrigada a cumprir uma determinação da Justiça e recontratou a ex-garota do tempo. A partir desta segunda-feira (23), Izabella volta à emissora, mas não como apresentadora e sim como redatora de notícias do G1.

A informação foi divulgada em primeira mão pela colunista Fábia Oliveira, do jornal O Dia. Ao Notícias da TV, Izabella Camargo confirmou que voltou a trabalhar para o grupo Globo.

A emissora foi questionada sobre mais detalhes a respeito da nova função de Izabella Camargo no portal de notícias. Por meio de sua comunicação, a Globo informou que não comenta casos sob judice.

De acordo com o colunista Flávio Ricco, do UOLem 4 de julho deste ano, O Tribunal Regional do Trabalho determinou que a Globo reintegrasse a jornalista ao seu quadro de funcionários. Um oficial levou a notificação ao prédio da emissora em São Paulo.

Confira a comemoração de Izabella Camargo em seu Instagram:

View this post on Instagram

Recomeçando no dia da chegada da primavera! #inspira #saude #daumtempo #comunica #respeito

A post shared by Izabella Camargo (@izabellacamargoreal) on

Entenda o caso

Em novembro de 2018, a jornalista foi demitida após retornar de uma licença-médica. Em agosto, Izabella chegou a ter um apagão ao vivo durante o programa Em Ponto, da GloboNews, enquanto interagia com José Roberto Burnier, âncora do programa.

"Estava falando do tempo nas capitais e não conseguia lembrar de Curitiba. Só falava 'no Paraná, no Paraná, no Paraná', até que o Burnier falou Curitiba. Não lembrava da capital do meu Estado", disse a paranaense de Apucarana ao Notícias da TV. No mesmo dia, seu médico a diagnosticou com risco de convulsões e a mandou tirar licença para descansar e tratar da síndrome de burnout.

A síndrome de burnout (do inglês burn, queima; e out, exterior) é o desgaste emocional que danifica aspectos físicos e psíquicos da pessoa, reduzindo a naturalidade e a velocidade com que ela realiza suas tarefas. 

Desde o final de 2014, Izabella apresentava a previsão do tempo no Hora 1 e no Bom Dia Brasil. Também substituía a titular do Hora 1, Monalisa Perrone, e, eventualmente, César Tralli e Carlos Tramontina, nos telejornais locais.

Aconselhada por médicos, Izabella disse que pediu a seus chefes na Globo para que pudesse fazer "trocas intertemporais", ou seja, mudar de turno durante alguns meses, como forma de amenizar os efeitos da síndrome.

Izabella chegava na Globo às 3h da madrugada. Fazia quatro entradas no jornal de Monalisa Perrone enquanto se preparava para a GloboNews, na qual ficava até 20 minutos no ar falando de metereologia sem parar. Depois, entrava no Bom Dia Brasil.

Na época da demissão, Izabella disse não se sentir no papel de vítima. Ficou chocada com a dispensa, mas, após algumas horas, passou a entender que, na lógica de uma empresa, ela foi como uma peça que deu problema e teve de ser trocada.

Segundo ela, a diretora regional do Jornalismo da Globo, Cristina Piasentini, disse que não poderia correr o risco de devolvê-la aos telejornais depois dos apagões. Izabella pediu para voltar à reportagem, mas recebeu a resposta de que não havia mais vaga.

Leia também


Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

O que você achou do Disney+?