Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

POLÍCIA INVESTIGA

Estudante denuncia produtores do Big Brother Brasil por assédio sexual

REPRODUÇÃO/RECORD

Imagem de Aline Vargas em entrevista ao Balanço Geral, da Record

Aline Vargas em entrevista ao Balanço Geral, da Record; universitária denuncia produtores do BBB

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 8/6/2021 - 18h29
Atualizado em 8/6/2021 - 20h50

A estudante de odontologia Aline Vargas denunciou dois produtores do Big Brother Brasil por assédio sexual. Segundo informações divulgadas nesta terça-feira (8), a universitária afirma que os colaboradores da Globo pediram fotos íntimas para que ela avançasse no processo de seleção para o reality. Ao Notícias da TV, a emissora informou que o funcionário não presta mais serviços.

"Dentro de uma longa conversa, ele me pede uma foto pelada, um nude. Tenho todas as provas possíveis, tenho prints autenticados pela Justiça. Agora, nesse momento, estou mexendo com um tubarão, o programa que o Brasil abraça e ama", afirmou Aline para o Balanço Geral, da Record.

Na entrevista para a repórter Grace Abdou, a universitária não citou o nome dos produtores, mas afirmou que um deles é influente no processo de seleção do reality: "Ele transita entre a direção e a produção [do programa]. Quando tinha os processos seletivos presencialmente, ele ia em todos".

O caso teria começado em maio de 2020, quando Aline decidiu se inscrever no reality. No relato, ela afirma que foi selecionada para as próximas etapas, mas acabou não entrando no programa. "A surpresa foi, três meses depois [em janeiro de 2021], ela ser procurada por um produtor do programa na rede social", destacou a jornalista.

O suposto produtor teria mandado a seguinte mensagem para Aline: "Super curti, glamourosa". "Não desconfiei, pois o BBB também tem os famosos olheiros. Então, para mim, ele estava no papel de olheiro. Em meados de janeiro, que ele me chamou, disse que ia me acompanhar para entrar no BBB22", disse Aline.

"Fiquei em estado de choque, mesmo. Cheguei a ficar branca, estava com o meu marido ao lado", relembrou a estudante ao citar o momento em que teria recebido o pedido da foto íntima.

Tempos depois, ela retomou o contato com o produtor e negou o envio da imagem. "Você tem poucas chances. Você é casada, não é um perfil que agrada. Porém, tudo é possível, boa sorte!", teria respondido ele.

Procurada pelo Notícias da TV, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que o caso está sendo investigado. "O inquérito policial está em andamento na Delegacia Especializada de Investigação a Violência Sexual em Belo Horizonte. Outros detalhes serão repassados em momento oportuno, considerando que as investigações estão em curso e a divulgação antes da conclusão do procedimento pode prejudicar o andamento do feito", informou o órgão.

Em nota, a Globo informou que o colaborador citado na denúncia não está mais na empresa e que não comenta questões relacionadas a Compliance. "Aproveitamos para reiterar que temos um Código de Ética, que deve ser seguido por todos nossos colaboradores, e uma ouvidoria pronta para receber quaisquer relatos de violação ao Código. Todo relato é apurado criteriosamente assim que a empresa toma conhecimento e as medidas necessárias são adotadas", disse o canal.

Confira a reportagem: 


Leia também

Web Stories

+
Vômito, narrador ridículo e ‘xerecada’: Cinco momentos engraçados das OlimpíadasBárbara, Kelvin e Medina: Atletas brasileiros se envolvem em tretas nas OlimpíadasAna ou Manuela? Saiba quem fica com Rodrigo no final de A Vida da GenteComo Rayssa Leal e Douglas Souza: Cinco atletas das Olimpíadas que você deve seguirTraição de Pyong Lee e treta de Nadja Pessoa: Ilha Record promete estreia acalorada

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas

Enquete

Qual a melhor cobertura dos Jogos Olímpicos de Tóquio?