Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

ERRATA

Erramos: Rede Brasil não alugou 22 horas da programação para a Igreja Mundial

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

Valdeiro Santiago, líder da Igreja Mundial do Poder de Deus, com um chapéu de cowboy e apontando para o lado esquerdo

Valdemiro Santiago, líder da Igreja Mundial, firmou parceria de 12 horas com a Rede Brasil

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 16/7/2021 - 16h57

Diferentemente do informado na última quarta-feira (14) pelo Notícias da TV, a Rede Brasil de Televisão não vendeu 22 horas de sua programação para a Igreja Mundial do Poder de Deus. A emissora vendeu 12 horas de sua grade no canal 12, e outras 12 horas no canal 50 de São Paulo, onde opera uma segunda frequência.

A Igreja Mundial do Poder de Deus é liderada por Valdemiro Santiago e concorrente da Igreja Universal do Reino de Deus. Nos outros horários, a Rede Brasil continua a exibir sua programação, atrações de entretenimento e séries clássicas dos anos 1970 e 1980.

"A Rede Brasil firmou parceria com a Igreja Mundial do Poder de Deus por 12 horas da sua programação diária. Assim, à exceção desse período diário, a programação continua normal, com a transmissão regular de suas séries e filmes. O mesmo ocorreu com o segundo canal do grupo, que também firmou parceria de 12 horas com a Igreja Mundial do Poder de Deus, permanecendo com a programação normal nos demais horários", diz a emissora em nota.


Leia também

Enquete

Você gostou da escolha de Tadeu Schmidt para o BBB22?

Web Stories

+
Elenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na políticaApós derrota em eleição, Victor Pecoraro perde mais uma votação e deixa A Fazenda 13Deixaram saudade: Conheça cinco atores de O Clone que já morreram

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas