ESTREIA DIA 31

Emmanuelle está de volta: Band escolhe clássico erótico para retorno do Cine Privé

DIVULGAÇÃO/TRINACRA FILMS

Sylvia Kristel em Emmanuelle 2: A Antivirgem, filme de 1975 que marcará retorno do Cine Band Privé - DIVULGAÇÃO/TRINACRA FILMS

Sylvia Kristel em Emmanuelle 2: A Antivirgem, filme de 1975 que marcará retorno do Cine Band Privé

VINÍCIUS ANDRADE - Publicado em 23/08/2019, às 13h47

A Band escolheu o filme que vai marcar o retorno do Cine Privé para a sua grade, sete anos depois da última exibição. O longa que será exibido às 2h da madrugada de sábado (31) para domingo (1º) é Emmanuelle 2: A Antivirgem, de 1975. Protagonizado por Sylvia Kristel (1952-2012), o clássico fez sucesso nas madrugadas da emissora no passado.

A reestreia do Cine Band Privé aconteceria neste sábado (24), mas a Band adiou em uma semana o retorno da sessão erótica.

O filme escollhido foi lançado um ano depois do primeiro longa de Emmanuelle. Na sequência, a personagem de Sylvia segue na busca de mais fantasias sensuais. Dessa vez, as cenas são feitas em cenários exóticos, como Hong Kong e Bali.

A faixa de filmes sensuais começou a ser exibida na Band em 1993, quando as produções iam ao ar nas madrugadas de sexta para sábado com o nome de Sexta Sexy. Dois anos depois, virou Cine Band Privé e passou a ocupar as madrugadas de sábado para domingo.

Com a escolha de Emmanuelle 2, a Band confirma que o estilo da sessão continuará o mesmo do passado, com o erotismo do pornô light. São cenas de sexo não explícito, com apenas algumas partes nuas dos corpos das atrizes à mostra.

Cine Band Privé: sucesso de audiência 

O auge da sessão de filmes eróticos na Band aconteceu nos anos 2000. Segundo levantamento da emissora, o Cine Privé chegou a dar picos de nove pontos, com média de seis pontos.

Naquela época, o programa ocupava a vice-líderança na Grande São Paulo e, em algumas ocasiões, alcançou o primeiro lugar. Em 18 de setembro de 2004, por exemplo, a sessão bateu o Altas Horas e o Corujão na Globo: 4,9 x 4,7 pontos.

A Folha de S.Paulo publicou, em 21 de julho de 2006, no caderno Ilustrada: "Band põe seis Maracanãs para ver 'pornô light' na madrugada". No texto, o jornal informava que a edição mais recente da faixa erótica havia alcançado uma audiência de 700 mil telespectadores somente na Grande SP, com quatro pontos no Ibope. Foi o quinto programa mais visto da emissora naquela semana.

O Cine Band Privé foi ao ar regularmente até dezembro de 2010. Voltou para a grande brevemente entre janeiro e fevereiro de 2012, já sem o sucesso de outrora. Marcava dois pontos de média, bem atrás da líder Globo e do vice-líder SBT, e ficava com uma audiência equivalente à programação religiosa da Record.

O Cine Privé vai ocupar o lugar de um dos dois filmes exibidos no Cinema na Madrugada, com produções de drama, comédia e romance. O Ibope na Grande São Paulo não passa de um ponto de média com os atuais longas.

Leia também

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não serão aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos etc. serão excluídos pelos moderadores do site. Também não serão aceitos comentários com links e propaganda de produtos, serviços e dietas.

Enquete

Você gostou de Órfãos da Terra?

Últimas notícias

Notícias da TV
Compartilhar no Facebook
Curta no Facebook