Menu
Pesquisar

Buscar

Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
TikTok

GAFE NA AUSTRÁLIA

Emissora de TV 'mata' Bob Dylan e se desculpa meia hora depois: 'Está bem vivo'

REPRODUÇÃO/INSTAGRAM

O cantor e compositor Bob Dylan em foto publicada no Instagram

Bob Dylan em foto publicada no Instagram; cantor e compositor foi declarado morto, mas está vivo

REDAÇÃO

redacao@noticiasdatv.com

Publicado em 24/11/2020 - 11h44

A emissora de TV MSNBC, da Austrália, cometeu uma gafe ao "matar" o cantor Bob Dylan durante um giro de notícias no telejornal Today e teve que se desculpar meia hora depois que o erro foi ao ar. "Ele está bem vivo. Desculpem por isso", corrigiu o apresentador Joshua Johnson.

O jornalístico exibiu a notícia sobre algumas composições nunca lançadas do músico terem sido leiloadas por US$ 495 mil, o equivalente a cerca de R$ 2,7 milhões, quando o âncora disse que Dylan morreu no ano passado. 

Meia hora após o deslize, o apresentador Joshua Johnson se desculpou pelo erro. "Pausa, uma correção rápida. Alguns de vocês na internet já notaram. Agora pouco nós menciamos a liberação de alguns documentos inéditos de Bob Dylan", começou ele.

"Nós acidentalmente dissemos que ele morreu ano passado. Bob Dylan está bem vivo. Ele completou 79 anos este ano. Desculpem por isso", explicou o funcionário da MSNBC.

O cantor não se manifestou sobre a gafe. O perfil oficial de Bob Dylan nas redes sociais relembra com frequência grandes apresentações e homenagens ao artista. 

Veja a declaração falsa da morte de Bob Dylan:

Confira o pedido de desculpas: 

View this post on Instagram

A post shared by Bob Dylan (@bobdylan)

TUDO SOBRE

NBC


Leia também

Enquete

Você gostou dos primeiros capítulos de Verdades Secretas 2?

Web Stories

+
Como aconteceu acidente com Alec Baldwin que matou fotógrafa no set de novo filmeCinco casais que se formaram no Casamento às Cegas Brasil e você não sabiaElenco de Verdades Secretas 2: Conheça os novos personagens da novelaOutubro Rosa: Conheça cinco famosas que venceram o câncer de mamaAlém de José de Abreu: Sete atores brasileiros que se aventuraram na política

Comentários

Política de comentários

Este espaço visa ampliar o debate sobre o assunto abordado na notícia, democrática e respeitosamente. Não são aceitos comentários anônimos nem que firam leis e princípios éticos e morais ou que promovam atividades ilícitas ou criminosas. Assim, comentários caluniosos, difamatórios, preconceituosos, ofensivos, agressivos, que usam palavras de baixo calão, incitam a violência, exprimam discurso de ódio ou contenham links são sumariamente deletados.

Mais lidas